Header Ads

Quadrilha liderada por irmãos policiais tem envolvimento com homicídios e tráfico

Dois integrantes do grupo foram apresentados pela Polícia Civil nesta segunda-feira.

Os irmãos Maurício e Claudemir Barbosa Almeida, de 26 e 21 anos, foram apresentados à imprensa, na tarde desta segunda-feira (30), no auditório do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba. Eles são apontados como autores de um triplo homicídio, no dia 4 de agosto, na localidade do Inferninho.

O crime, que teria sido motivado pela rivalidade entre quadrilhas, teve como vítimas os traficantes Fabrício Magno Ferreira, Rodolfo Souza de Oliveira e Elinaldo Leandro Santos, mortos com diversos disparos de arma de fogo.

Maurício e Claudemir foram flagrados, na sexta-feira (27), por equipes das polícias Civil e Militar em um imóvel na Boca do Rio. No imóvel, havia 900 gramas de cocaína e R$ 1,4 mil em espécie.

Os dois são integrantes de uma quadrilha que tem origem na Boca do Rio, atua em vários bairros da capital e é liderada pelos irmãos gêmeos Jailton e Jair de Oliveira Brandão, de 42 anos, ambos também presos, na sexta-feira, em cumprimento de mandado de prisão temporária.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Civil, Jailton é investigador da Polícia Civil lotado na Delegacia para o Adolescente Infrator (DAI) e Jair é sargento da 10ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Candeias).

 

Jailton e Jair de Oliveira Brandão, 42 anos, estão presos.

A pistola ponto 40 e dois coletes balísticos da Polícia Civil, que estavam em poder do investigador, foram apreendidos. Os irmãos gêmeos já estão custodiados em suas respectivas Corregedorias, que acompanharam, desde o início, o trabalho de investigação.

Nas casas de Jailton e Jair, também na Boca do Rio, foram apreendidos ainda um Meriva, de cor cinza, e outro da mesma marca, de cor branca. Um Corsa Sedan cinza, que estava em uma oficina mecânica, no bairro do Bom Juá, também foi apreendido. Todos os veículos eram roubados.

De acordo com o titular da Delegacia de Homicídios Múltiplos (DHM), delegado Odair Carneiro, os dois Meriva possuem as mesmas características dos veículos utilizados em incursões veladas, feitas pela Polícia Militar. “O objetivo do bando ao usar estes carros era atrapalhar as investigações e responsabilizar a PM pelas mortes”, afirmou o delegado.

Outro crime atribuído ao grupo é o duplo homicídio de Daniel de Jesus Santos e Fabrício Silva Sacramento, no dia 23 de setembro. Maurício e Claudemir foram autuados em flagrante por tráfico de drogas.

 

Maurício e Claudemir Barbosa Almeida são apontados como autores de um triplo homicídio na localidade do Inferninho.

Jailton e Jair foram indiciados por homicídio e também por tráfico. As drogas e os veículos apreendidos foram encaminhados para exames periciais no Departamento de Polícia Técnica (DPT).

A apresentação foi conduzida pelos delegados Odair Carneiro, titular da Delegacia de Homicídios Múltiplos (DHM), Glauber Uchiyama, do Departamento de Narcóticos (Denarc), Daniel Menezes, do DHPP, e Rogéria Araújo, titular da 9ª DT/Boca do Rio.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.