Header Ads

Jornalista assassinado era pré-candidato a deputado federal por Teixeira de Freitas

Jornalista assassinado era pré-candidato a deputado federal por Teixeira de Freitas 
O radialista e jornalista Jeolino Xavier Lopes, o “Jel Lopes”, 44 anos, diretor e editor do site Portal N3, assassinado com 6 tiros na noite desta quinta-feira (27/02), no bairro Bela Vista em Teixeira de Freitas, era um dos mais tradicionais repórteres policiais da cidade, que por 15 anos atuou nas emissoras de rádio da rede Sul Bahia de Comunicação e atualmente se dedicava exclusivamente ao seu portal de notícias e à presidência da Associação de Moradores do Distrito de Santo Antônio (AMDSAT). Jel Lopes era radialista profissional habilitado pela DRT/BA, desde 1998. Em dezembro de 2012, concluiu o bacharelado em jornalismo pela FASB – Faculdade do Sul da Bahia e em 2014, concluía a sua primeira pós-graduação em Marketing Político. Além do jornalismo, Jel Lopes tinha outra grande paixão, a “política”. Foi vereador por Teixeira de Freitas na gestão 2005/2008 e foi primeiro suplente de vereador na gestão 2009/2012 e nas últimas eleições voltou a ficar na primeira suplência com 915 votos, quando não se elegeu por falta de coeficiente da sua coligação, tendo em vista que outros 6 candidatos com menos votos do que ele, conseguiram suas eleições. Atualmente Jel Lopes era aliado político do deputado estadual Jurandir Cunha Oliveira, cacique do PRP no Estado da Bahia e já havia lançado a sua pré-candidatura a deputado federal por Teixeira de Freitas para concorrer uma vaga na Câmara Federal nas eleições de 2014 pelo PRP. A política era sua grande paixão e dedicava todo o seu tempo para contribuir com os seus munícipes e diferenciar no seu jeito particular de conquistar as pessoas, sempre brincando e distribuindo abraços. No jornalismo era polêmico e sempre buscava a verdade onde estivesse.
(Por Athylla Borborema)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.