Header Ads

Homem que matou a irmã por causa de uma pinga é preso após 5 anos

Beltrão Santana Silva, de 55 anos, acusado de matar a irmã, a professora Minervina Silva Santos, de 51, em junho de 2010, foi preso por policiais da 2ª Delegacia Noroeste de Belo Horizonte, no último dia 20 de outubro, terça-feira, no bairro Jardim Vitória, na região nordeste de BH.

De acordo com informação das equipes de inteligência que conduziram o caso, Beltrão agrediu a irmã com golpes na cabeça, depois que ela se negou a vender um copo de cachaça fiado para ele, na barraca do esposo dela, em Medeiros Neto, no ano de 2010.

Primeiro houve a discussão entre os irmãos e, logo após, Beltrão aproveitou o momento que ela ficou sozinha em casa para voltar e matá-la, dando pancadas em sua cabeça até a morte. Após o crime, Beltrão fugiu para Minas Gerais onde conseguiu ficar foragido até o último dia 20. Ele já estava trabalhando como motorista de ônibus de transporte público e levava uma vida normal, sem ter ligação com o restante da família na Bahia.

O esconderijo dele durou por cinco anos, até que, uma equipe comandada pelo delegado Daniel Amâncio, conseguiu achá-lo, seguindo informações de populares, testemunhas do caso. “A partir de informações de moradores da região, conseguimos capturar Beltrão no final da linha de um ônibus onde ele trabalhava”, informou o delegado.

Beltrão foi levado para o Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp) da Gameleira, onde aguardará a transferência para o estado da Bahia nos próximos dias. 
(Por Petrina Nunes)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.