Header Ads

Acordo entre PP e PT não sai e Marisete Carletto será a vice na chapa de Léo Lopes

O secretário estadual Josias Gomes relutou, tanto que passou o final de semana na cidade tentando negociar com Dalvadísio Lima e outros nomes do Partido dos Trabalhadores, mas o acordo, pelo menos por enquanto, não deu certo com o PP e nesta segunda-feira (8), último dia para registro de chapas na Justiça Eleitoral, o nome da empresária Marisete Carletto, ex-primeira dama de Itamaraju, foi confirmado como vice na chapa encabeça por Léo Lopes. Ambos são filiados ao Partido Progressista (PP).

O acordo que não agradou em nada os petistas da cidade teria sido feito pelos deputados Ronaldo Carletto (PP) e Valmir Assunção (PT), na presença do governador Rui Costa e do secretário estadual de Relações Institucionais, Josias Gomes e previa que o nome que aparecesse melhor numa pesquisa a ser realizada na semana nas convenções seria o candidato a prefeito e o menos indicado ficaria com a vaga de vice. Lopes teria crescido, passado Dalvadísio e portanto receberia o apoio de consenso, mas isso acabou não dando certo.

Neste domingo (7), uma fonte confiável contou ao site que Josias Gomes, visivelmente descontente com as negociações que não deram certo, telefonou para Valmir Assunção e disse ao deputado para que ele tentasse resolver o impasse, já que nesta segunda-feira, dia 8, tinha compromissos inadiáveis em Salvador.

Dessa maneira, além do nome de Marisete Carletto na vice de Léo Lopes, o Partidos dos Trabalhadores deve seguir com a candidatura de Dalvadísio Lima, nome escolhido em convenção do próprio PT, além do PCdoB e PDT. O candidato a vice de Lima será conhecido ainda nesta segunda, dia 8, após o registro da chapa no Cartório Eleitoral. O nome do PRF Geraldo Célis é um dos cogitados. (Por Ronildo Brito)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.