Header Ads

Acusado de homicídios é preso com garota de programa e pistola 9mm em Teixeira de Freitas

Na noite desta segunda-feira, dia 22 de agosto, policiais militares do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), receberam uma denúncia anônima informando que um dos homicidas mais procurados da região estaria em uma residência, localizada na Rua Jequitibá, no Bairro Bela Vista, região central de Teixeira de Freitas, juntamente com outros comparsas. Os militares foram até ao endereço denunciado, onde montaram cerco e encontraram o denunciado dentro de um banheiro.

Trata-se de Jamilton Pontes dos Santos, de 27 anos de idade, natural do Prado. Durante abordagem, Jamilton, mais conhecido como “Jal”, estava acompanhado de uma garota de programa, e com ele foi encontrada uma pistola Girsan, calibre 9mm, municiada com 14 cartuchos intactos. A arma estava com a numeração raspada, impossibilitando sua identificação. Ainda durante buscas, foi encontrada uma pequena porção de maconha.

Jamilton, o “Jal”, recebeu voz de prisão e foi conduzido à sede da 8ª Coorpin, onde o caso acabou registrado e apresentado à delegada Waldiza Fernandes, de plantão na unidade. Na sede da Polícia Civil o acusado não quis gravar entrevista e disse que não falaria com ninguém, apenas com a presença do seu advogado. De acordo com informações levantadas pelos policiais militares, “Jal” é autor de diversos homicídios em Teixeira de Freitas e também em Alcobaça, já que seria o principal matador de uma quadrilha que atuaria naquele município comando o tráfico de drogas.

A quadrilha seria comandada de dentro do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas (CPTF). A delegada Waldiza Fernandes ouviu os militares e, logo após, ouviu Jamilton, que chegou a prestar depoimento, mas, se negou a assinar o mesmo, reafirmando que falaria apenas na presença do seu advogado. De acordo com a polícia, os últimos crimes onde as vítimas foram executadas com tiros de pistola 9mm podem ter sido de autoria do acusado preso.

No último sábado, dia 20, um ex-interno do CPTF foi morto no Bairro Castelinho por disparos de arma de fogo calibre 9mm. Na ocasião estojos de munições 9mm foram recolhidos e serão submetidas a comparação balística. “Jal” também é apontado como autor de uma execução, onde o corpo da vítima foi deixado em meio a uma plantação de eucalipto, próximo ao Residencial Castelinho.

Após ser ouvido “Jal” foi flagranteado por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito com agravante, já que a arma está raspada. O mesmo foi encaminhado à carceragem da 8ª COORPIN e segue sendo investigado acerca dos homicídios que ele é acusado de ser o autor. O Coordenador da 8ª COORPIN, Kleber Gonçalves, juntamente com o delegado titular, Manoel Andreeta, já vinham investigando o acusado, e possuem alguns procedimentos que poderão ser finalizados com a prisão do mesmo. (Da redação TN)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.