Header Ads

Baiano Isaquias Queiroz se torna o maior brasileiro em uma Olimpíada

Isaquias é o primeiro atleta da canoa a ganhar três medalhas numa mesma Olimpíada
O baiano Isaquias Queiroz, da cidade de Ubataiba se tronou o primeiro atleta brasileiro a conquistar três pódios numa mesma edição de Olimpíada. Neste sábado (20/8), ele garantiu o segundo lugar ao lado de Erlon de Souza, no C2 1.000 metros da canoagem velocidade. Antes, havia obtido a prata no C1 1000m e o bronze no C1 200m. 

Apenas a dupla Sebastian Brendel e Jan Vandrey, da Alemanha, chegou à frente deles na Lagoa Rodrigo de Freitas. O feito de Isaquias é histórico, antes dele, quatro atletas já tinham chegado à marca de duas medalhas em uma única edição: Guilherme Paraense e Afrânio da Costa, no tiro esportivo, nos Jogos de 1920, e os nadadores Gustavo Borges, em 1996, e Cesar Cielo, em 2008. 

Com o feito, Isaquias leva o recorde nacional para um novo patamar. Outra marca histórica é ser o primeiro atleta da canoa no mundo a conquistar três medalhas numa mesma Olimpíada. Antes dele, apenas atletas do caiaque chegaram a tal façanha: o soviético Vladimir Parfenovich, em 1980, os suecos Lars-Erik Moberg e Agneta Andersson, em 1984, a búlgara Vanja Gesheva e a alemã Birgit Fischer, ambas em 1988, e a húngara Rita Köbán, em 199

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.