Header Ads

Ex-presidiários armados são presos pelo PETO: Vítima foi agredida em tentativa de roubo

Teixeira de Freitas: No fim da manhã desta terça-feira, 23 de agosto, policiais militares do PETO receberam uma informação da Central, relatando que 02 indivíduos a bordo de uma motocicleta havia tentado cometer dois roubos, sendo um no Bairro Castelinho e outro no Bairro Jerusalém. A guarnição, demonstrando faro policial, se deslocou até o Bairro Caminho do Mar, onde os suspeitos poderiam tentar outro roubo, e ao transitarem pela Rua Beira Rio, já no Bairro Caminho do Mar II, os militares avistaram dois suspeitos, que foram abordados.

Durante revista pessoal os militares encontraram 02 armas de fogo, sendo uma com cada suspeito. Eles foram identificados como sendo, Joaquim Dias Cardoso, vulgo “Bracinho”, residente na Rua onde aconteceu a abordagem e Eliomar Ferreira da Silva, residente na Rua Bahia, no Bairro São Lourenço, mas, que cumpre pena no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas (CPTF) e estava em liberdade, após ser beneficiado com a saída temporária.
Com eles, foram encontrados dois revólveres, sendo um Taurus calibre 38, com 05 munições intactas e, um calibre 32, com 03 munições intactas. Os criminosos estavam a bordo de uma motocicleta Suzuki, de cor preta, placa policial JRF 2118, licenciada em Teixeira de Freitas e que está com o chassi suprimido (raspado). Além das armas, foram encontradas 03 chaves de motos, 01 porção de “maconha”, 02 celulares e a quantia de R$ 389,00 (trezentos e oitenta e nove reais).

Os militares mantiveram contato com uma das vitimas, que foi agredida pelos acusados, e a mesmas reconheceram Eliomar e Joaquim “Bracinho” como sendo os autores das agressões e do roubo tentado. A vítima, que estava a bordo de uma motocicleta Honda/Bros, de cor preta, relatou que foi perseguida e agredida pela dupla. Ambos foram presos e conduzidos à sede da Delegacia de Policia Civil, onde o caso foi registrado e apresentado à delegada plantonista, Waldiza Fernandes.
Joaquim “Bracinho” é um velho conhecido da policia, e possui diversas passagens por trafico de drogas. Já o Eliomar cumpria pena por homicídio, após ter matado a sua esposa, que estava grávida de 07 meses com um tiro na cabeça, crime esse cometido na frente da filha do casal, de apenas 05 anos de idade. A delegada deverá flagrantear os acusados por porte ilegal de arma de fogo, roubo tentado, lesão corporal e receptação, já que a motocicleta não possuía documentação e estava com o chassi raspado.

Eliomar ainda perderá o beneficio e responderá pela quebra da condicional através de uma medida administrativa. Procurada por nossa equipe de reportagem, a dupla não quis falar sobre as acusações. (Por: Rafael Vedra)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.