Header Ads

Juiz determina prisão do Homem que matou um assaltante que invadiu sua residência

“Ou matava ou morria”, diz morador preso por matar assaltante que 
invadiu sua residência
Continua preso, agora no 8° Distrito Policial de Curitiba (8° DP), um morador que matou um suspeito de assalto durante a madrugada desta terça-feira (30) na rua Airton Duma, na Vila Verde, Cidade Industrial de Curitiba (CIC). O rapaz, que terá sua identidade preservada, disse em entrevista à O R7 que "ou matava ou morria”.

Autuado por homicídio, o homem não se arrepende do que fez. “Ou eu matava ou morria. Nunca tinha atirado em ninguém, apesar da minha arma ser apenas um facão, só que precisava me defender. Não estou arrependido, já que garanti a segurança de minha família e de uma criança. A arma, inclusive, eu mantinha para defesa pessoal, porque não tinha segurança nenhuma”, disse.

Segundo o Juiz, da 4° vara criminal, os trâmites para o flagrante foram feitos dentro da lei e não havia outra atitude a ser tomada. “Quando um caso chega ao plantão no Ciac não há uma equipe especializada para fazer um levantamento mais profundo, temos apenas informações da PM e, neste caso, do acusado. Todos os requisitos do caso levaram o delegado para realizar a autuação, que foi feita de maneira legal”, disse o Juiz da 4° vara criminal.

Para o policial, caso surjam novas provas, o morador pode ser colocado em liberdade. “Todo o caso será investigado e o juiz pode decidir pela liberdade dele. O rapaz morto no caso aparenta ser um adolescente e ainda não foi identificado. O corpo dele segue no Instituto Médico Legal”, contou Ivan.

O Juiz disse: Justiça com as próprias mãos pode terminar em cadeia, de acordo com o Juiz, existe uma viatura que cobre a região, e o homem deveria ter chamado a policia. Por isso há indícios suficiente e o homem deverá ficar preso, e determina a prisão preventiva do homem. (Fonte: noticias.r7.com)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.