Header Ads

Confirmado: Bancários do Extremo Sul entraram em greve a partir do dia 06

Teixeira de Freitas: Os bancários da base do Extremo Sul da Bahia decidiram na noite da quinta-feira, 1º de setembro, rejeitar a proposta salarial da Fenaban e começar a greve a partir da meia-noite da terça-feira (06), por tempo indeterminado em bancos públicos e privados. A decisão foi tomada em assembleia por ampla maioria, com 121 votos a favor, apenas uma abstenção e 01 voto contra.

A decisão ocorreu em resposta à proposta da Fenaban na quarta mesa de negociação, realizada na segunda-feira (29/08), em São Paulo. Os representantes dos banqueiros na mesa de negociação ofereceram reajuste de 6,5% mais abono de R$ 3.000,00.

A pauta de reivindicações dos bancários propõe reajuste do piso salarial e de todas as outras verbas (vales e auxílio) e a PLR de 14,78% (5% de aumento real). “A proposta de abono na mesa de negociação representa um retrocesso para os bancários”, avalia Carlos Eduardo, diretor coordenador geral do nosso Sindicato.

Principais reivindicações dos bancários


- Reajuste salarial: 14,78% (incluindo reposição da inflação mais 5% de aumento real)

- PLR: 3 salários mais R$8.317,90

- Piso: R$3.940,24 (equivalente ao salário mínimo do Dieese em valores de junho último).

- Vale alimentação no valor de R$880,00 ao mês (valor do salário mínimo)

- Vale refeição no valor de R$880,00 ao mês

- 13ª cesta e auxílio-creche/babá no valor de R$880,00 ao mês.

- Melhores condições de trabalho com o fim das metas abusivas e do assédio moral que adoecem os bancários.

- Emprego: fim das demissões, mais contratações, fim da rotatividade e combate às terceirizações diante dos riscos de aprovação do PLC 30/15 no Senado Federal, além da ratificação da Convenção 158 da OIT, que coíbe dispensas imotivadas.

- Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS): para todos os bancários.

- Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós.

- Prevenção contra assaltos e sequestros: permanência de dois vigilantes por andar nas agências e pontos de serviços bancários, conforme legislação. Instalação de portas giratórias com detector de metais na entrada das áreas de autoatendimento e biombos nos caixas. Abertura e fechamento remoto das agências, fim da guarda das chaves por funcionários.

- Igualdade de oportunidades para todos.

(Por: Mirian Ferreira/ Ascom)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.