Header Ads

Ordem pra matar “Ataíde Cigano” partiu de dentro do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas

Mototaxista Adão e o comerciário Vinícius estão presos; ordem teria sido dada pelo presidiário "Sasha"
O delegado Marco Antônio Neves, titular da Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes de Teixeira de Freitas (DTE) e responsável pela Polícia Civil no município de Alcobaça, na manhã deste sábado, dia 22 de outubro, deu por esclarecido o assassinato do comerciante Altaides da Silva Vitor, o “Ataíde Cigano”, de 51 anos, crime ocorrido no sítio de propriedade da vítima, localizado às margens da BA-001, a mesma que liga Alcobaça ao Prado.

Nos exames de medicina legal ficou comprovado que o comerciante fora atingido por três disparos de pistola calibre 9 milímetros.

Segundo o delegado Marco Antônio, logo após a liberação do local do crime por parte da perícia, foram iniciados os trabalhos de investigação da Polícia Civil, contando com apoio do comando da Polícia Militar de Alcobaça e Prado e após diligências foi identificado o mandante do crime.

A ordem para a execução, conforme Neves, foi do presidiário Rodrigo da Rocha Rodrigues, o “Sasha”, atualmente recolhido no Conjunto Penal de Teixeira de Freitas (CPTF) e o autor dos disparos teria sido um adolescente, o qual encontra-se foragido.

O plano que culminou com o assassinado de “Ataíde Cigano”, ou “Ataíde da Fábrica”, de acordo com a polícia, contou com a participação do mototaxista Cláudio Adão da Costa Teixeira, o “Adão”, de 39 anos e também o comerciário Vinícius Jardim Botelho,19, que identificaram o local onde a vítima morava e transportaram o autor dos disparos para protagonizar o crime.

Foram presos em flagrante e estão à disposição da Justiça, Adão da Costa e Vinícius Jardim e perdido prisão preventiva em desfavor de Rodrigo da Rocha, O “Sasha”. “Em relação ao adolescente já foi pedida a internação provisória dele”, conta o delegado Marco Antônio. (Da redação TN)


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.