Header Ads

Policiais em todo o Brasil e em Teixeira protestam contra enquete de Fátima Bernardes


Teixeira de Freitas: Tudo começou com uma discussão no programa “Encontro”, da TV Globo, na última sexta-feira (18), onde a jornalista mostrou um trecho de divulgação do filme “Sob Pressão”, que relata a história de uma equipe médica em um dia tenso de trabalho. Os profissionais têm que realizar três cirurgias complicadas: em um traficante, um policial militar e uma criança. Todos eles foram feridos no mesmo tiroteio em uma favela próxima ao hospital.
Após a exibição da cena, Fátima fez a seguinte pergunta aos seus convidados: “Você salvaria primeiro um policial levemente ferido ou um traficante em estado grave?”. Entre os oito famosos presentes no programa, sete disseram que salvariam primeiro o traficante. Enquanto eles justificavam a escolha, a apresentadora aparentava consentir com os argumentos.

Indignado com a situação, um soldado da PM do Espírito Santo publicou um vídeo no Facebook questionando a apresentadora sobre uma situação na qual ela seria vítima de um estupro e teria atacado o estuprador com uma faca.

“Agora a gente queria fazer a seguinte enquete. Perguntar para a Fátima se ela fosse vítima de estupro, o que a gente não quer que aconteça, mas pode acontecer. Chegando ao local, uma ambulância só pode socorrer uma pessoa. Tendo em vista que ela estava com uma faca e acabou atingindo o estuprador deixando ele gravemente ferido, quem a ambulância teria que socorrer primeiro: você (Fátima) ou o estuprador? Responde aí para a gente. Estamos aguardando sua resposta”, disse o militar.

O vídeo “viralizou” na rede social e dividiu opiniões. E não foi diferente em Teixeira de Freitas e região. Vários policiais estão se manifestando nas redes. “Um absurdo uma jornalista fazer uma pergunta dessa, ainda mais nos tempos que estamos vivendo, eu quero sim me manifestar e EU ESCOLHO SALVAR O POLICIAL”. Contou-nos o delegado titular da Polícia Civil de Teixeira de Freitas, Manoel Andreeta.

Quem também fez questão de levar ao público a sua indignação foi o novo comandante da 87ª Companhia, Major Silvio Nunes.
Diversas fotos circulam no Twitter, Facebook e Whatsapp, mostram policiais e socorristas segurando cartazes com os seguintes dizeres: “Eu escolho salvar o policial”.
(Por: Mirian Ferreira)


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.