Header Ads

Força-Tarefa combate exploração sexual em Porto Seguro

Nos locais investigados foram encontradas diversas irregularidades trabalhistas

Operação tinha como objetivo proibir a exploração comercial de crianças e adolescentes para fins sexuais Divulgação/Polícia Rodoviária Federal
Nesta quinta-feira (15), foi divulgado o balanço de uma operação de combate á exploração sexual de crianças e adolescentes, e trabalho infantil. A ação ocorreu no período de 9 a 13 de dezembro, no município de Porto Seguro, que fica a 707 km de Salvador.

Segundo informações da PRF (Polícia Rodoviária Federal), a operação tinha como objetivo proibir a exploração comercial de crianças e adolescentes para fins sexuais.

Foram fiscalizadas duas casas noturnas no centro de Porto Seguro, mas não foram encontrados menores de 18 anos. Contudo, diversas irregularidades trabalhistas foram constatadas, especialmente a falta de registro de nove trabalhadores, dentre eles, dois empregados há mais de dez anos.

Também foi realizada inspeção fiscal no distrito de Arraial d'Ajuda, onde três adolescentes (de 13, 14 e 17 anos) foram encontrados trabalhando irregularmente em estabelecimentos comerciais.

Além disso, 11 empregados trabalhavam sem registro nestas empresas, que também foram autuadas pela Inspeção do Trabalho.

Serão encaminhados relatórios e documentos ao Ministério Público do Trabalho, para propositura de ações civis públicas, e a Polícia Federal e ao Ministério Público Federal, para apuração de eventuais ilícitos criminais que tenham sido praticados. (por R7)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.