Header Ads

Núcleo de Homicídio da Polícia Civil de Itamaraju elucida morte de “Skooby”, homicida é “PROCURADO"

Por determinação da delegada titular da Polícia Civil de Itamaraju, DRa. Rosangela Santos, o delegado adjunto Dr. Bernardo Marques e sua equipe de investigadores que compõe o Núcleo de Homicídio da Polícia Civil de Itamaraju, entraram em trabalho para a elucidação do crime do Jovem Thalles Delane Santos Brito, de 32 anos, muito conhecido por “Skooby”.

De acordo as apurações das investigações, no dia 13-01-2017, por volta das 20h,30m, Davi Souza Muniz, chegou ao quiosque, falando com sua ex-cunhada e, posteriormente, tomando destino ignorado.

Davi vestia um boné escuro, bermuda jeans e camisa T-shirt. O mesmo era ex-marido da jovem, segundo a mesma, era muito ciumento e ficava muito agressivo quando ingeria bebida alcoólica.

Por volta das 23,50m, uma pessoa  que estava em seu veiculo estacionado em frente a Padaria Italiana, localizada na Praça Castelo Branco, avistou Davi escondendo uma arma de fogo em um arbusto e posteriormente voltando para busca-la.

Foi feito um trabalho de reconhecimento fotográfico para chegar ao nome de Davi. Ademais o mesmo estava vestindo as mesmas roupas.

Na madrugada do sábado, dia 14 de janeiro 2017, por volta das 1h, na Praça Castelo Branco, Thalles Delane Santos Brito vulgo “Scooby”, estava no quiosque quando foi alvejado por diversos disparos de arma de fogo, os quais levaram o mesmo a óbito.

O Núcleo de Homicídio da Polícia Civil de Itamaraju apurou que Davi matou Thalles por ciúmes do mesmo com a jovem. Ainda segundo informações levantadas ao chegar ao local do crime, Thalles foi surpreendido pelos disparos, sem que qualquer discussão fosse ouvida. 
Davi Souza Muniz é "PROCURADO" pela justiça.

O rapaz era bastante conhecido na cidade como “Scooby” e prestava serviço às lojas do comércio fazendo a entrega de panfletos. (Por Lenio Cidreira)


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.