Header Ads

Mesmo após crimes sequentes, ‘Júnior do Detran’ está de volta às ruas

Nesta terça-feira, dia 31 de janeiro, durante audiência, ainda por motivos desconhecidos, Maury Ferreira de Carvalho Júnior, o “Júnior do Detran”, um velho conhecido da polícia por suas sequentes práticas delituosas de falsificação de documentos, estelionato e receptação, acabou ganhando o direito de responder em liberdade.

Ele havia sido preso pela última vez em na quarta-feira, dia 25 de janeiro, por policiais militares do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), na Avenida Presidente Getúlio Vargas, a bordo de veículo Volkswagen Gol, de cor branca, placa policial JMI-4713, em posse de comprovantes de transferências bancárias, cédulas de RG em branco, procurações, uma cédula de CNH em branco do estado da Bahia, cédulas em branco de CRLV’s do Detran de São Paulo, Santa Catarina, Minas Gerais e Espírito Santo, cheques em branco e preenchidos e a quantia de R$ 225,00 em espécie.

Além do material citado, os militares encontraram ainda, documentos com anotações de valores a receber, documentos de um veículo Ford/Fiesta, cinza, placa policial JQJ 1829, cartões e dois aparelhos celulares. Maury recebeu voz de prisão e foi conduzido à sede da 8ª COORPIN, onde o caso foi registrado e apresentado ao delegado Ricardo Amaral, de plantão na unidade.

Além de Maury, nessa mesma audiência, também ganhou o direito de responder em liberdade, Giliard Oliveira da Costa, o “Gili”, preso pela RONDESP com 28 pedras de crack e porções de maconha a poucos metros da sede da 8ª Coorpin. Segundo a polícia o acusado havia conseguido escapar outras vezes e sempre teve o seu nome ligado com acusações por tráfico de entorpecentes. (Da redação TN)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.