Header Ads

Mucuri: Homem flagrado mantendo relações sexuais com uma jega é suspeito de assassinar jovem que fez a filmagem

Um flagrante de zoofilia, sexo com animais, foi a causa do assassinato do jovem José Carlos Souza Costa, 18 anos, crime ocorrido durante a madrugada do dia 10 de janeiro na comunidade de Nova Brasília, interior de Mucuri. Essa é a conclusão do inquérito policial presidido pelo delegado Samuel Martins, titular da Delegacia de Polícia Civil de Mucuri.

O delegado narra que após diversas diligências e depoimentos colhidos com a comunidade durante o inquérito que apura o homicídio do jovem José Carlos Souza Costa, 18 anos, foi informado que circulava um vídeo feito pela vítima que flagrava um elemento conhecido por Zélio mantendo relações sexuais com uma jega, em plena praça pública. Toda a filmagem foi realizada com José Carlos escondido atrás de alguns arbustos e o suspeito nada percebeu.

Posteriormente a filmagem começou a circular entre as pessoas da comunidade de Nova Brasília, em Mucuri, através de celulares e o Zélio foi até José Carlos, autor da filmagem, para tomar satisfações. Além de tomar satisfações, o suspeito do crime também teria agredido fisicamente a vítima e jurou que iria terminar o “serviço”.

Diante das ameaças sofridas, José Carlos deixou de sair do seu quarto até mesmo para realizar suas necessidades fisiológicas.

Dias depois o jovem José Carlos Souza Costa, 18 anos, foi encontrado morto e, apesar de negar, todas as evidências apontam para o zoófilo Zélio como o autor do crime, até porque, aponta o inquérito, José Carlos nunca registrou nenhuma passagem pela polícia, bem como não tinha nenhum tipo de vício ou envolvimento com ilícitos. Há a suspeita da participação de um segundo envolvido que, provavelmente, convenceu o jovem ameaçado a deixar o quarto de casa.

O delegado informou que o inquérito policial já está em fase de conclusão para ser remetido à justiça. (Informações: Fala Meu Nobre – Samuca Macedo e Beto Ramos)


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.