Header Ads

43ª CIPM promove reunião com autoridades a fim de alinhar ações em prol da segurança pública, em Itamaraju

Na manhã de quinta-feira (13/04), o Major PM Robson Lopes Calmon, comandante da 43ª Companhia Independente de Polícia Militar (43ª CIPM), recebeu, na sede da unidade, representantes de órgãos componentes do sistema de defesa social, com o objetivo de discutir a segurança pública no município de Itamaraju e buscar soluções conjuntas com vistas à prevenção da violência e da criminalidade na sua área de responsabilidade territorial.

Além do comandante, que presidiu a reunião, estiveram presentes o Tenente Coronel PM Osiris Moreira Cardoso, Diretor do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, a Drª Valéria Fonseca, Coordenadora da 8ª Coorpin/Teixeira de Freitas, e a Drª Rosângela Souza, delegada de Itamaraju, e o Capitão PM Leonardo Gouvea Dumas, Subcomandante da 43ª CIPM.

Na oportunidade, as autoridades expuseram as ações que vem sendo adotadas pelos seus respectivos órgãos e as dificuldades enfrentadas na tentativa de frear o avanço dos crimes violentos letais intencionais (CVLI), a exemplo de homicídios e tentativas de homicídios que tiveram um aumento considerável no primeiro trimestre de 2017, em relação ao ano anterior, sendo esses na maioria relacionados a acertos do tráfico de drogas. Uma observação interessante feita pelas autoridades foi a de que, após as polícias civil e militar de Itamaraju, através de investigação e cumprimento de mandados de prisão, efetuarem as prisões de quatro pessoas envolvidas com algumas dessas práticas, houve uma espécie freada em tais crimes na cidade. Nesse sentido, as autoridades traçaram estratégias voltadas para e integração de forças, como futuras operações conjuntas, a fim de prender criminosos e manter os índices de CVLI sob controle no município.

Uma medida já adotada desde o início desta semana foi o retorno do plantão noturno, em dias úteis, na Delegacia de Itamaraju, pois já havia certo tempo que, depois que sua carceragem foi destruída numa rebelião, tinha deixado de receber pessoas presas em flagrante, após o horário das 18 horas, algo que vinha inquietando a comunidade local, considerando que as viaturas da Polícia Militar estavam sendo deslocadas para o plantão regional, em Teixeira de Freitas, a fim de apresentar presos, prejudicando o policiamento ostensivo e preventivo na cidade, vez que as viaturas ficavam por horas fora de suas áreas de atuação. No entanto, nos finais de semana e feriados, as apresentações de presos continuarão sendo feitas ao plantão regional da Polícia Civil, na cidade vizinha. 

(Da redação TN)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.