Header Ads

Pastor detento se casa com missionária no presídio de Teixeira

O cerimonial da união matrimonial do presidiário e pastor Haroldo Silva Santos de 33 anos, com a missionária Maria Aparecida Silva de Matos de 34, aconteceu na tarde deste domingo, 23 de abril, no pátio A do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas.
A celebração ao som da orquestra 9 de Maio com participação de diversos convidados, foi feita pelo pastor da Igreja Batista Memorial, Júlio César Paiva. Para ele, o casamento de Haroldo e Maria Aparecida é uma vitória do amor, “hoje é mostrado aqui, que independente das circunstâncias físicas do ser humano, o amor prevaleceu”, disse.
Haroldo que pastoreia a congregação da Igreja Resgate de Vidas dentro da unidade prisional, é de Porto Seguro e está preso há 9 anos e 9 meses. Ele conheceu Maria Aparecida há 2, durante as visitas que a missionária fazia ao pai, Oledino Conceição Matos de 63 anos, que cumpre pena há 4 anos e 8 meses.
Haroldo contou ao Sulbahianews que este é o seu primeiro casamento e que o momento se tornou um dos mais marcantes em sua vida, “apesar de ser aqui dentro do presídio, me sinto muito feliz por estar realizando esse sonho. Uma benção de Deus para minha vida”, disse ele em tom de alegria.
Durante o tempo em que está detido, Haroldo disse que se recorda da realização de apenas um casamento dentro do presídio de Teixeira, isso em 2014, mas segundo ele, essa é a primeira vez que o enlace matrimonial é celebrado também com efeito religioso.
(Por: Uinderlei Guimarães)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.