Header Ads

Boião é assassinado a tiros em São João antecipado, em Medeiros Neto

Nas primeiras horas desta segunda feira, o jovem Júnior Nunes, de 28 anos, mais conhecido como Boião, Agente de Saúde, e filho de Sandro Muniz, atual Diretor de Eventos da Prefeitura de Medeiros Neto, foi brutalmente assassinado, em via pública, em frente ao colégio Deolisano Rodrigues, com 5 tiros.

De acordo com informações da Polícia Militar, Júnior Nunes participava de uma festa de São João antecipado, no centro da cidade, quando seu irmão e ele se envolveram em um bate-boca com um rapaz, ainda não identificado.

A guarnição interviu e aconselhou que todos eles fossem para casa, porém, de acordo com a Polícia, 20 minutos depois, Júnior retornou ao local do evento, ainda na companhia do irmão e, novamente, foram abordados e instruídos a irem para casa.

Segundo informações, Júnior Muniz teria ido com seu irmão para a casa do tio e, logo em seguida, seguiu para sua casa a pé, acompanhado do irmão e do tio. Foi quando, na altura do Colégio Deolisano Rodrigues, um veículo Celta preto, de placa ignorada, parou, dois homens desceram e um deles efetuou 5 disparos de arma de fogo contra Júnior, o atingindo no pescoço e nas costas. 

Após efetuar os disparos, os atiradores fugiram, sem deixarem pistas, em direção ignorada. No local do crime, a Polícia não localizou estojos ou outras evidências, o que leva a crer que a arma usada foi um revólver de calibre 38 ou 32, o que só a perícia poderá confirmar.

Júnior foi socorrido ao Hospital Municipal de Medeiros Neto, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. O corpo de Júnior Muniz será removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Teixeira de Freitas para exames de necropsia. A Polícia Civil de Medeiros Neto vai instaurar inquérito para investigar a motivação e autoria deste crime. A família ainda não informou local de velório e o horário do sepultamento. (Por Medeiros DiaDia)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.