Header Ads

Mãe de 14 anos e filhos gêmeos morrem após parto em Teixeira de Freitas; corpos não passaram pelo IML

Segundo a família ouvida pelo site Bahia Extremo Sul, Kaine, prestes a completar 15 anos de idade, com oito meses de gestação, deu entrada na Unidade Municipal Materno Infantil (UMMI), de Teixeira de Freitas, perdendo líquido e depois de cinco dias internada e já com sérios problemas, os médicos tentaram fazer um parto normal. Como eles não teriam conseguido, resolveram fazer uma cesariana.

O parto mal sucedido, segundo o site, aconteceu na quarta-feira (10) e no dia seguinte, a mãe da jovem parturiente recebeu a informação de que os dois netos tinham morrido. Kaine então foi levada para o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), apresentando inchaço, sangramento pelo nariz e manchas vermelhas no corpo. “Para desespero da família, a jovem mãe também não resistiu e veio a óbito nesta sexta feira (12)”, informa o sítio.

Ainda conforme o Bahia Extremo Sul a família acusa os médicos de negligência na morte da mãe e dos filhos. Os corpos foram encaminhados por uma ambulância até Jucuruçu, para velório e sepulto. Os bebês teriam nascido pesando 2,5 quilos cada.

Não passaram pelo IML


Além da séria denúncia da família de suposta negligência médica, causou estranheza o fato dos corpos de mãe e dos dois filhos terem sido liberados, sem encaminhamento ao Departamento de Polícia Técnica (DPT). Os exames de medica legal podiam apontar oficialmente a causa das mortes.

Outro caso
Em um passado recente uma jovem também morreu durante o parto no Hospital Municipal de Caravelas e pelo fato dos corpos terem sido sepultamentos sem a realização da necropsia, tiveram que ser exumados meses depois. Esse mesmo procedimento deve acontecer nessa caso de Jucuruçu. (Por Ronildo Brito)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.