Header Ads

PF faz operação de combate ao desvio de recursos em Teixeira de Freitas e Santa Cruz Cabrália

A Operação Famiglia, da Polícia Federal, foi deflagrada na manhã desta sexta-feira, dia 5 de maio, visando combater fraudes em processos licitatórios, além de desvio de recursos públicos nas cidades de Teixeira de Freitas e Santa Cruz Cabrália, onde 9 mandados de condução coercitiva e 4 de busca e apreensão foram cumpridos.

As investigações apuraram irregularidades na contratação de uma empresa para a prestação de serviços de construção civil, pelo valor de R$ 4.279.314,00, através de pregão presencial. Segundo as investigações a empresa vencedora foi criada para participar, especificamente, do procedimento licitatório, tendo sido, registrada no nome da avó de um dos membros da comissão de licitação.

As investigações descobriram ainda que houve fornecimento de “orçamentos de cobertura”, feitos por outra empresa participante da licitação, pertencente a um dos filhos da proprietária da empresa vencedora do certame. Alguns veículos de comunicação chegaram a informar um suposto mandado de condução coercitiva contra o ex-prefeito de Teixeira de Freitas, João Bosco Bittencourt (PT). A assessoria do petista já negou essa informação, adiantando que o mesmo está tranquilo e em viagem para Salvador.
Assessoria refutou informação de presença da PF na casa de João Bosco e acusa adversários de montagem

Em Teixeira de Freitas, segundo as últimas informações, três pessoas, que não tiveram os nomes revelados, foram conduzidas coercitivamente para prestarem depoimento na Delegacia da Polícia Federal (DPF), em Porto Seguro.

Os investigados devem ser indiciados pela prática dos crimes de responsabilidade, previsto no art. 1º, inciso I, do Decreto-lei nº 201/67, e associação criminosa, tipificado no art. 288 do Código Penal Brasileiro. (Por Ronildo Brito)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.