Header Ads

Prefeitura de Itamaraju é condenada a arcar com cirurgia de criança, diz MP

A Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público da Bahia (MPE) em favor da criança que há vários meses necessita de cirurgia pediátrica para reconstrução do trânsito intestinal mediante quadro de grave infecção resultou em liminar concedida pela Justiça contra a prefeitura de Itamaraju representada pelo prefeito e médico Marcelo Angênica.

A juíza Lívia de Oliveira Figueiredo deferiu o pedido de tutela antecipada para que a prefeitura de Itamaraju disponibilize à paciente todas as providencias necessárias para realização da referida cirurgia de reconstrução intestinal conforme indicação médica, e desta forma, seja encaminhada no prazo de 24 horas para hospital de referência em cirurgia pediátrica no SUS ou rede conveniada para a realização dos procedimentos médicos necessários e especializada.

Em caso de desobediência, a pena é prevaricação e pagamento de multa diária de R$ 5 mil a cargo pessoal do prefeito Marcelo Angênica. A decisão judicial também assegura que a criança tenha direito a UTI, todos os medicamentos e exames necessários para seu tratamento.

Os pais da criança Crispiniano de Jesus e Adriana Rodrigues Santos apelaram para a Justiça após cansar de buscar atendimento médico no Hospital Municipal de Itamaraju (HMI) e reclamaram que sequer foram atendidos pelo secretário de Saúde do município. 

O caso da criança foi divulgado ontem pela imprensa regional e provocou críticas nas redes sócias onde assunto foi debatido acaloradamente provocando comoção e indignação, uma vez que, a família não possui recursos financeiros para custear o tratamento da criança.

Secretário de Saúde é campeão de diárias

Que a saúde de Itamaraju não vai bem isso é fato já constatado pela maioria da população. Mas a novidade é que, além de não atender a população carente, o secretário de saúde Elan Vagner é o secretário que mais consome diárias custando mais caro aos cofres do município.

De janeiro a março deste ano Elan Vagner recebeu cerca de R$ 6 mil em diárias, sendo o secretário que mais recebe esse tipo de benefício entre todos os demais. O que se sabe é que o secretário é visto com frequência em hospitais da rede privada buscando atendimento para seu filho que necessita de frequentemente de atendimento médico.

Com salário estipulado em R$ 8 mil, as diárias tem proporcionado a Elan Vagner uma fonte extra como forma de incrementar seus ganhos mensais. Consoantes a isso servidores municipais tem denunciado a falta de médicos, medicamentos e até papel higiênico e material de limpeza no hospital municipal de Itamaraju (HMI). (Por Redação)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.