Header Ads

“Música de corno”: Dois são mortos em bar após briga como ciganos em Teixeira de Freitas

João Batista morreu no local
Por volta das 19h20 deste sábado, dia 22 de julho, as equipes da Polícia Civil e do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas (DPT), foram informadas sobre a ocorrência de um homicídio no bar “Encontro dos Amigos”, na Fazenda Água Vermelha, nos fundos do Bairro Castelinho, região leste da cidade. As duas equipes foram até o local e encontraram nos fundos do referido bar o corpo de João Batista Sousa Passos, de 23 anos. O corpo apresentava vários ferimentos realizados por disparos de arma de fogo. No local, as equipes foram informadas que outra pessoa também havia sido atingida pelos disparos, tendo os policiais se deslocado até o Hospital Municipal de Teixeira De Freitas (HMTF) pra onde essa segunda vítima foi socorrida. Já no hospital, houve a confirmação da morte dessa segunda pessoa identificada como Gilmar Nascimento Santos, de 20 anos de idade.
Gilmar ainda chegou a ser socorrido ao HMTF, mas também não resistiu
No local os policiais civis foram informados que o motivo do duplo homicídio teria sido uma briga relacionada ao tipo das músicas tocadas nos carros das vítimas e dos supostos autores. Um grupo de cerca de 15 pessoas (apontadas como integrantes de uma comunidade cigana) já estava saindo do bar, quando Gilmar os provocou falando que “as músicas que eles estavam tocando eram ruins e que eram de corno”. Isso iniciou uma briga envolvendo os ciganos e o grupo em que estavam as vítimas fatais. Durante a briga, segundo a polícia, um cigano teria ido até o carro e pegado uma arma de fogo e disparado várias vezes contra Gilmar e João e em seguida o grupo fugiu sentido à Rua Torta no Bairro Residencial Castelinho. João morreu no local e teve o óbito constatado por uma equipe do SAMU, enquanto Gilmar foi socorrido por populares até o HMTF, porém também não resistiu aos ferimentos.

A ocorrência do duplo assassinato já foi repassada ao Núcleo de Homicídio e Tráfico (NHT), que trabalha para identificar e prender o autor dos tiros. Outros integrantes da comunidade cigana também serão intimados e terão que prestar depoimento. Os corpos das duas vítimas foram removidos ao IML de Teixeira de Freitas, para exames de necropsia. (Por Ronildo Brito)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.