Header Ads

Aldir se entrega a Polícia de Teixeira de Freitas e diz que matou um homem na Zona Rural de Itamaraju

Teixeira de Freitas: Na tarde deste sábado, 05 de agosto, uma guarnição da Polícia Militar, em ronda de rotina da Rua Vista Alegre, no Bairro Tancredo Neves, foi parada por um indivíduo, que se apresentou com o autor de um homicídio, ocorrido há 08 anos na cidade de Itamaraju. Trata-se de Aldir Carlos de Oliveira. Segundo a guarnição, foi realizada uma consulta, e foi confirmado que o mesmo tinha um mandado de prisão em aberto por homicídio qualificado.

Os militares consultaram no Sistema de Buscas da Polícia e encontraram um mandado de número 245-782010.8.05.0120.0001, com validade em 28/02/2030. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão e o acusado foi conduzido para a Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas, onde foi apresentado ao delegado plantonista, Maderson Souza, que registrou a ocorrência e mandou recolher o acusado à carceragem da 8ª COORPIN, ficando à disposição da Justiça.

Segundo a polícia, o acusado apresentava lesões leves, que segundo o mesmo, foi por conta de uma queda de moto. Em entrevista à nossa reportagem, o acusado confessou que matou mesmo o indivíduo, mas, disse que não sabe informar nada sobre a identidade dele. “O crime aconteceu na Fazenda Beija-flor. Eu morava com meus pais e ele vivia me ameaçando. A gente discutia muito e um dia ele partiu para cima de mim com um facão e eu atirei nele”.

O acusado alegou que tinha uma espingarda soqueira e que foi essa arma que ele utilizou no crime. “Eu fiquei 08 anos correndo da polícia, trabalhando, e não cometi mais nenhum crime, mas, eu acabei me entregando para pagar pelo crime que fiz. Estou arrependido por causa da minha mãe e da minha esposa. Mas, vou pagar pelo que fiz.
(Por: Edvaldo Alves)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.