Header Ads

Em nova parte de gravação, ex-candidato a vereador detona secretário de Administração Leo Oss, em Itamaraju


A cada semana uma nova revelação vem à tona expondo os meandres da gestão do prefeito Marcelo Angênica (PSDB). Um jogo de poder e cobiça marcado por irregularidades e corrupção. Em um novo trecho de uma gravação divulgada na noite desta sexta 03, através do aplicativo Whatsapp, o cunhado do prefeito Roberto Bodart fala com o ex-candidato a vereador e hoje funcionário secretaria de Saúde Fabio Lima que detona o secretário de Administração Leo Oss.

Na gravação, o cunhado do prefeito reclama que não recebe a devida atenção. “Tentei hoje de manhã ligar pra Léo Oss para negociar, mas ele não me atende, não dá confiança, então fica difícil”, reclama Roberto Bodart, ao passo que é interpelado por Fábio Lima. “É complicado aquele cara, é o pior de tudo”, dispara.

Fábio Lima teria sido enviado pelo secretário de Saúde Elan Vagner pra tratar de um débito da prefeitura com o cunhado do prefeito, segundo ele, no valor de R$ 15.900. O débito teria levado à suspenção do serviço de transporte de pacientes da rede pública para sessões de hemodiálise em Eunápolis.

O cunhado do prefeito informa ao interlocutor de Elan que o micro-ônibus de sua propriedade estaria pronto pra seguir viagem com os pacientes tão logo a divida pendente há vários meses seja quitada. “Se eles trouxerem o dinheiro aqui e agora e me pagarem, porque eu sei que eles conseguem, ou libero o carro”, explica. “O motorista tá ai, não liberei ele pra ir pra casa não”, apela na tentativa de receber os atrasados. (Por Redação)

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.