Header Ads

Sobrinho recebe no Whatsapp foto de corpo da tia morta em Vitória

Na imagem, Elaine aparece dentro de um saco cinza, que costuma ser usado para colocar corpos, somente com o rosto à mostra e manchada de sangue

Elaine foi morta a tiros durante festa. Família ficou em choque
Foto: Ricardo Medeiros
Depois que a família de Elaine Salles de Araújo, 29 anos, soube que ela havia sido assassinada no bairro Gurigica, em Vitória, o sobrinho dela, 24 anos, recebeu pelo Whatsapp uma foto dela morta.

Na imagem, Elaine aparece dentro de um saco cinza, que costuma ser usado para colocar corpos, somente com o rosto à mostra e manchada de sangue. E como na hora em que a foto foi recebida o corpo da vendedora ainda não havia saído do hospital para o Departamento Médico Legal (DML), em Vitória, os familiares acreditam que a imagem tenha sido feita por algum funcionário da unidade hospitalar.

“Achei uma falta de respeito fazerem isso com a minha irmã e com a gente. Estou indignada”, disse uma irmã de Elaine, uma técnica de enfermagem, 41. Diante do ocorrido, os familiares da vendedora pretendem registrar um boletim de ocorrência na 1ª Delegacia Regional de Vitória, denunciando a foto.

HOSPITAL SÃO LUCAS


Procurada, a direção do Hospital São Lucas informou que está apurando o caso. O Hospital não permite fotos ou gravação de vídeos dentro da unidade, sem autorização da direção. Essa orientação está presente em cartazes fixados nos diversos setores do hospital. 

Durante o ano, os colaboradores participam de vários treinamentos sobre a proibição de tirar fotos ou gravar vídeos na unidade. Os pacientes, acompanhantes e visitantes também são informados da regra.

PHOTO JORNALISMO / Com informações do Gazeta Online

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.