Header Ads

"Ubernam" cultivava pé de maconha com 2 metros de altura foi preso pelo PETO

Na manhã desta segunda-feira (20), o técnico de informática Ubernam Pires Gomes, de 23 anos, morador da Rua Amor Perfeito, no Conjunto José Ronaldo, em Feira de Santana, foi preso sob acusação de cultivo de droga para comercialização.

Segundo o subtenente Emerson, da 65ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), que comandou a operação de busca e apreensão do acusado, uma guarnição do PETO fazia rondas pelo conjunto Feira VI, quando avistaram dois jovens em atitude suspeita. Ao abordá-los, os policiais encontraram com eles algumas buchas de maconha.

Questionados de onde vinha a droga, eles informaram que tinha um rapaz que vendia maconha in natura. "Quando nós fizemos algumas perguntas, a caminho da DTE, eles nos informaram que havia um rapaz que vendia maconha, in natura, no Conjunto José Ronaldo. Fomos até o local, e o encontramos na residência da mãe. Ele nos levou até a casa onde mora sozinho e encontramos lá um pé de maconha, com aproximadamente dois metros de altura, e o produto já seco, pronto para venda, em vários pacotes”, contou o subtenente.

Ainda de acordo com o subtenente Emerson, o acusado negou que estivesse traficando e alegou que a maconha era pra consumo próprio. "Ele mantinha a plantação no quintal da casa, ele insistiu em dizer que era para consumo próprio, mas, os usuários que nós pegamos antes dele, disseram que haviam comprado e que era de qualidade boa”, disse o policial militar.

Ainda de acordo com informações da polícia, Ubernam ainda disse que aprendeu a fazer o cultivo de maconha na internet. Uma caixinha com uma grande quantidade de sementes ainda foi encontrada no local. Ubernam Pires Gomes foi autuado em flagrante pela delegada Klaudine Passos, na Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE)

PHOTO JORNALISMO / Com informações de Jan Santos 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.