Header Ads

Secretário de Saúde de Itamaraju vence queda de braço com Angênica, e puxa tapete de João Bosco.

Com postos anunciando atendimento só para o ano que vem demissões de servidores e médicos, todos sabem que a saúde de Itamaraju não vai bem. Em meio à onda de escândalos que evidenciam a má gestão dos recursos da pasta cogitou-se essa semana que o médico e ex-prefeito de Teixeira de Freitas João Bosco estaria disposto a assumir a secretaria de Saúde de Itamaraju.

Mas a boa nova não durou muito. Diante de sua possível exoneração do cargo, o secretário de Saúde Elan Wagner travou uma queda de braço com o prefeito Marcelo Angênica (PSDB) e resolveu apelar para os vereadores da base aliada para que intercedessem em seu favor afim de que permanecer no cargo.

Do encontro com Angênica com esse objetivo teria participado os edis Rubens do Hospital (PV), Luiz Pita (PSD), Flavinho Cabeleireiro (PSDB) e Mazuki Ribeiro (PMDB) que partiram na defesa do secretário que é conhecido pela prática de distribuir cotas e exames entre os parlamentares em troca de favores políticos.

Essa denúncia foi feita pelo vereador Evando Rodrigues (SD) que reclamou em plenário que com a chegada da Policlínica Regional esperava que as coisas mudassem, visto que o cidadão comum busca exames e não consegue marcar, mas basta encontrar um vereador que o procedimento é marcado pra o dia seguinte. “Esse sistema favorece apenas os apadrinhados e não a comunidade como um todo”, desabafou.

O fato de um grupo de vereadores terem intercedido pelo secretário expõe interesse pessoal em sua permanência no cargo. Evando relata que não há limite de exames por mês, basta apresentar qualquer demanda direto a ele (Elan) e ser atendido. “Só te
m que falar bem dele”, denuncia. 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.