Header Ads

Morre um dos suspeitos de participar da morte de sargento em Eunápolis


Vilson (à esq.) morreu e a polícia procura os outros dois acusados
Morreu em um confronto com policiais militares da 7ª Companhia Independente de Eunápolis (CIPM) e 8º Batalhão da Polícia Militar de Porto Seguro (BPM), no início da noite deste sábado, dia 3 de fevereiro, Vilson Sacramento de Oliveira, de 23 anos, acusado de trocar tiros com uma guarnição do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO), que resultou na morte do sargento Françual Manuel dos Santos, de 48 anos. Outro integrante da quadrilha, Carlos André de Jesus Chagas, de 33 anos, já havia morrido na troca de tiros com os policiais.

De acordo com a polícia, Vilson foi monitorado pelos policiais após um vídeo de câmeras de segurança do Terminal Rodoviário de Eunápolis, quando o mesmo embarcou em um ônibus com destino a Pindorama. Nesse distrito de Porto Seguro ele foi cercado, resistiu e morreu no confronto.

Diversas guarnições estão mobilizadas para capturar os outros dois ocupantes do bando, identificados como Bruno Conceição de Souza, o “Shurek”, de 20 anos e Pedro Vinícius dos Santos, o “Bochecha”, 22, que estão foragidos. Fotos dos dois já foram distribuídas à imprensa e mandadas para corporações da Polícia Militar praticamente em toda a região. 


Photo Jornalismo / Com informações da redação TN

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.