Header Ads

SSP investiga lista de 26 advogados marcados para morrer, na Bahia

A morte da advogada Sílvia da Silva Carvalho, ocorrida na última terça-feira (26), em Feira de Santana, ligou um alerta na polícia da Bahia. A Secretaria da Segurança Pública (SSP) divulgou nesta sexta (29) que investiga e monitora também um texto compartilhado nas redes sociais, com supostas ameaças a outros advogados. A lista contaria com pelo menos 26 nomes. O primeiro seria o de Silvia, de acordo com informações que circulam nas redes sociais – a informação não foi confirmada pela SSP.

Em nota, a pasta informou que equipes da Polícia Civil e da Superintendência de Inteligência (SI) trabalham em conjunto no caso envolvendo a morte da advogada. Por determinação da SSP, equipes exclusivas apuram a motivação do crime e tentam identificar os autores.

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Bahia (OAB-BA) já tomou conhecimento das mensagens e se manifestou através de comunicado, no qual diz ter cobrado um posicionamento do caso ao secretário da Segurança Pública, Maurício Teles Barbosa, a fim de que verificar a veracidade das mensagens compartilhadas.

Confira a nota da OAB-BA:

No início da manhã desta sexta-feira (29/06), tão logo tomou conhecimento de um texto compartilhado em aplicativos de mensagens instantâneas com supostas ameaças a advogados da capital e do interior, o presidente da OAB da Bahia, Luiz Viana Queiroz, entrou em contato com o secretário de Segurança Pública, Maurício Barbosa, solicitando investigação sobre a veracidade do texto e das ameaças. Em seguida, Viana encaminhou ofício a Barbosa com o mesmo teor. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública confirmou que equipes da Polícia Civil e da Superintendência de Inteligência (SI) estão monitorando o caso. 

Photo Jornalismo/Com Informações do Correio24h

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.