Header Ads

Morre taxista baleado por assaltantes na BR-101 em Eunápolis

Ele chegou a dizer que bandidos o obrigaram a leva-los após


Taxista teria sido baleado por assaltante porque parou durante perseguição policial

EUNÁPOLIS
- O taxista baleado por assaltantes, por volta das 22h de sábado (14), na BR-101, perto da cidade de Eunápolis, não resistiu aos ferimentos. Carlos Vinícius de Souza Santos, 29 anos, chegou a passar por cirurgia no Hospital Regional, mas não resistiu. A morte foi confirmada por volta das 9h da manhã.

Enquanto era socorrido, o motorista afirmou para a polícia que voltava de uma corrida em Teixeira de Freitas, quando foi interceptado por dois bandidos armados na entrada de Itabela. Os marginais, que haviam acabado de assaltar três lanchonetes, teriam obrigado o taxista a levá-los até Eunápolis.

No km 721 da rodovia federal, policiais militares da 7ª CIPM interceptaram o carro. Houve perseguição e troca de tiros. De acordo com os policiais, Carlos Vinícius afirmou que foi baleado por um dos assaltantes porque resolveu parar o carro.

Taxista foi levado para hospital em Eunápolis, mas morreu neste domingo. 
Foto: RADAR 64 

Os dois assaltantes entraram em um matagal e ainda não foram localizados. A polícia suspeita que algum deles também tenha ficado ferido. Os investigadores também analisam imagem do circuito interno de segurança de uma lanchonete para verificar se o motorista esteve no local do crime.

Foram recuperados diversos celulares e outros equipamentos eletrônicos roubados em Itabela, além de um revólver. O táxi, licenciado em Eunápolis, está apreendido para perícia.

A família do taxista, que morava em Eunápolis, ainda não informou onde vão ser realizados velório e enterro.

Photo Jornalismo/Da Redação Radar64

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.