Header Ads

Preso acusado de matar a mulher atropelada em Arraial d'Ajuda

Ele foi detido em município do Vale do Jequitinhonha, em MG


                 Pedreiro Adimílson estava escondido em fazenda na zona rural

PORTO SEGURO - Acusado de matar a mulher atropelada com um carro em Arraial d'Ajuda, distrito de Porto Seguro, o pedreiro Adimílson Pereira da Silva, 33 anos, foi preso no município mineiro de Jequitinhonha, na manhã desta segunda-feira (20).

A prisão ocorreu após um trabalho de investigação comandado pelo delegado Sinézio Vieira Júnior, da 2ª Delegacia Territorial do Arraial.

Conforme o delegado, o carro de Adimílson já havia sido localizado, anteriormente, na cidade de Almenara, na mesma região do Vale do Jequitinhonha.

"Nesta manhã, soubemos que ele estava escondido em uma fazenda. Repassamos a informação para a polícia mineira, que cumpriu o mandado de prisão, expedido pela justiça de Porto Seguro na tarde de sexta-feira", afirmou o delegado ao RADAR 64.

Adimílson já estava com a prisão preventiva decretada pelo juiz André Strogenski
, da 1ª Vara Crime de Porto Seguro, desde sexta-feira (17), um dia após o assassinato de Michelle Leite Dias, de 32 anos. O acusado vai ser recambiado para a cidade de Porto Seguro.

O CRIME
- Conforme a Polícia Civil, antes do crime o casal teve uma discussão dentro de casa. Em seguida, Michelle saiu caminhando pela rua e Adimílson a seguiu de carro. “De acordo com testemunhas, ele bateu nela com o veículo e depois deu marcha à ré e a atropelou novamente”, contou o delegado. Adimílson foi autuado por suspeita de feminicídio.

Photo Jornalismo/Da Redação do Radar64

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.