Header Ads

Acontece nesta sexta e sábado o 1º Encontro Regional de Radialistas e Comunicadores de Eunápolis


Acontece nesta sexta-feira e sábado (28 e 29/09), na cidade de Eunápolis, o 1º Encontro Regional de Radialistas e Comunicadores numa promoção do SINTERP – Sindicado dos Trabalhadores em Rádio, Televisão e Publicidade do Estado da Bahia, com apoio da Federação dos Radialistas. O evento ocorrerá no auditório do Hotel Plaza, na Avenida Luiz Viana nº 61, no centro da cidade de Eunápolis. Na sexta-feira (28, o encontro começa as 14h com termino as 18h e no sábado começa as 08h e terminará as 18h, com intervalo para almoço.

De acordo com Dimas Araújo, coordenador estadual do SINTERP, o evento tratará de temas relevantes para a classe, dentre eles capítulos efetivos de interesse para os profissionais de Rádio/Tv, como as consequências da migração das emissoras de rádio do AM para o FM, a provável mudança no mercado com a vindoura Alteração na Lei das Rádios Comunitárias, o debate sobre o Fake News e o papel ético do profissional diante dos conteúdos da internet, o mercado de trabalho na radiodifusão pós reforma trabalhista, a dinâmica da profissão com a alteração na Lei dos Radialistas, além do tema de maior interesse da região que é a implantação de um novo curso de formação para habilitar com registro profissional os trabalhadores do Rádio e da Televisão das 21 cidades do extremo sul da Bahia.

Segundo o radialista Rogério Galdence, diretor regional no extremo sul baiano do SINTERP, o Encontro Regional de Radialistas e Comunicadores, definirá dentre outras coisas, a data com seu respectivo período, da implantação do novo curso de formação para profissionais de Rádio e Televisão com duração de apenas 6 meses, que será ministrado na cidade de Eunápolis. Com a criação de vários cursos superiores em Rádio/Tv na Bahia, inviabilizou nestes últimos 20 anos que novos cursos técnicos fossem implantados no Estado por falta de autorização do MEC. Os cursos tecnológicos são os novos modelos buscados pelo SINTERP para atender as regiões mais distantes de Salvador, Feira de Santana e Ilhéus, cidades que sediam universidades com cursos superiores em Rádio/Tv, em nível de bacharelado com duração de 5 anos.

O diretor Rogério Galdence lembra que o último curso de formação para radialistas na região ocorreu em junho de 1999, na cidade de Eunápolis e em 2001, na cidade de Itapetinga. E por isso houve a necessidade de se buscar um novo modelo de curso para implantar na região, objetivando habilitar os profissionais que ainda estão no mercado de forma irregular. O evento é para comunicadores habilitados, não habilitados e também para os profissionais dos sites de notícias, ou seja, é para os comunicadores em geral e não existe taxa de inscrição.

De acordo com Everaldo Santos Monteiro, diretor estadual de Finanças do SINTERP, o Encontro Regional de Radialistas e Comunicadores de Eunápolis, decidirá dentre outras demandas, o período da implantação do novo curso de formação para profissionais de Rádio e Televisão na cidade de Eunápolis. A depender da procura, uma outra turma será aberta na cidade de Teixeira de Freitas, onde a demanda é maior de profissionais precisando se habilitar. Em Teixeira de Freitas é onde está o grande polo de comunicação social do extremo sul da Bahia e é onde também estabelece o segundo maior número de veículos eletrônicos de todo sul do Estado, atrás apenas de Itabuna. Além disso, Teixeira de Freitas que é o grande centro metropolitano da região, é cercado por outras 12 importantes cidades, contabilizando 25 emissoras de rádio e uma Televisão cabeça de rede e uma outra Tv em fase de implantação. 

Photo Jornalismo/Com informações de Athylla Borborema

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.