Header Ads

"Jandileia" e "Beatriz" são acusadas de furtar mais de 40 celulares em festa na orla de Porto Seguro

Elas foram presas em hotel na orla; aparelhos foram recuperados


Jandileia e Beatriz foram presas em hotel na orla norte de Porto Seguro com 43 celulares. 
Foto: Divulgação/Polícia Militar

PORTO SEGURO - Duas mulheres, acusadas de furtar 43 celulares durante uma festa na barra de praia Toa Toa, na orla norte de Porto Seguro, foram presas na sexta-feira (7).

Segundo policiais do 8° Batalhão da Polícia Militar, elas foram localizadas em um hotel, depois de denúncia de uma das vítimas, uma turista de 33 anos, de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul.

Por meio do sistema de rastreamento de um dos aparelhos, os policiais chegaram a Jandileia Conceição Falcão dos Santos, 30 anos e Beatriz da Fonseca de Jesus, 24 anos.

De acordo com a Polícia Militar, as duas são especialistas na prática de furtos em grandes eventos. O alvo são jovens que se excedem no uso de bebidas alcoólicas.

Com elas, além dos celulares, a polícia encontrou R$ 580,00 em espécie e roupas novas, sem nota fiscal, furtadas em barracas instaladas no Centro Histórico, onde acontece festa em homenagem à Nossa Senhora da Pena.

Na na delegacia de polícia, outras vítimas identificaram seus aparelhos e prestaram queixa. A polícia acredita que Jandileia e Beatriz, que são moradoras de Ilhéus, façam parte de uma quadrilha. Outros suspeitos estão sendo procurados.

Photo Jornalismo/Da redação Radar64

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.