Header Ads

"Rui" e "Alanzinho" criminosos de alta periculosidade morrem em confronto com o PETO no Bairro Liberdade

Teixeira de Freitas: No final da manhã desta quinta-feira (18), policiais militares do PETO da 87ª CIPM de Teixeira de Freitas tiveram informações de dois suspeitos armados, e que teriam sido reconhecidos como Rui e Alanzinho, que são de alta periculosidade, e estariam em uma residência na Rua Endira Gand, no Bairro Liberdade Sul.

Duas guarnições do PETO, e uma do PETO/ROTAM, se deslocaram para averiguar a informação, e ao chegarem no local, cercaram o imóvel, e chamaram, se identificando como policiais, momento em que foram recebidos com disparos de arma de fogo, sendo iniciado uma imensa troca de tiros.

Ao cessar o fogo cruzado, os policiais, que revidaram à injusta agressão, adentraram na residência, e encontraram os dois suspeitos atingidos, sendo prestado socorro aos mesmos, de imediato, para o Hospital Municipal, onde logo após ter dado entrada, não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito.

Os suspeitos tinham uma longa ficha criminal, com histórico de homicídio, tráfico, assalto, e ameaças aos moradores da comunidade de São José/Alcobaça. Um deles foi identificado como sendo, Alan Santos de Jesus, vulgo “Alanzinho”, 23 anos de idade, que era foragido da Justiça do município de Alcobaça, desde maio de 2017.

O segundo suspeito foi identificado como sendo, Rui Harlesson Muniz de Medeiros, 21 anos de idade, que tinha várias passagens pela Polícia. O delegado plantonista, Júlio Telles, foi informado do caso (morte por oposição à intervenção policial), e autorizou a remoção dos corpos para o IML de Teixeira, onde passarão por necropsia e serão liberados aos familiares para velório e sepultamento.

Os policias vão apresentar as armas que estavam com os criminosos, no momento em que forem ouvidos pela Polícia Civil. As armas usadas pelos resistentes e as dos policiais passarão por perícia.

Photo Jornalismo/Com informações de Cloves Neto

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.