Header Ads

"Shrek" último envolvido em assassinato de sargento da Polícia Militar morre em Eunápolis

Shrek participava de festa, junto com outros bandidos, em Pindorama

Mais conhecido como Shrek, Bruno Conceição de Souza foi morto em operação da Polícia Militar neste domingo. 
Foto: Reprodução 

EUNÁPOLIS
- Autor dos tiros que mataram um sargento da Polícia Militar, Bruno Conceição de Souza, 22 anos, foi morto em uma operação da Polícia Militar, por volta das 2h da madrugada deste domingo (14), em Porto Seguro.

Foragido desde o dia do crime, em fevereiro deste ano, Shrek, como também era conhecido, era o último envolvido na morte do sargento. Os outros três já tinham morrido em confronto com policiais.

Segundo a polícia, Shrek participava de uma festa no distrito de Pindorama, quando foi surpreendido pelos policiais. De acordo com denúncias anônimas, no local havia muitos bandidos, portando armas longas. Os policiais disseram que foram recebidos a tiros. Houve confronto.

Pistola apreendida com Bruno era roubada da Polícia Civil da Bahia/
Foto: PM 

Logo após o tiroteio, Shrek foi encontrado ferido, do outro lado do muro do imóvel. Ele chegou a ser levado para o Hospital Luís Eduardo Magalhães, mas não resistiu. Com ele, a PM apreendeu uma pistola ponto40. A arma, roubada da Polícia Civil da Bahia, estava com um carregador alongado.

De acordo com o major Anacleto França, comandante do 8º Batalhão de Polícia Militar, em Porto Seguro, Shrek era considerado um bandido de alta periculosidade, envolvido em dezenas de assassinatos, roubos e outros crimes na região. “Há fortes indícios que ele tenha participado da explosão de um caixa eletrônico em Belmonte, semana passada”, afirma o major.

MORTO EM COMBATE - O sargento Françual Manuel Santos, 48 anos, foi morto durante abordagem a um carro com quatro pessoas suspeitas, na Avenida Luís Eduardo Magalhães, em Eunápolis, na madrugada de 3 de fevereiro deste ano. Um dos bandidos morreu na mesma ação. Os outros dois foram mortos posteriormente, em confronto com a Polícia Militar.

Photo Jornalismo/Da Redação do Radar64

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.