Header Ads

Morre o médico Ronaldo Adelino: Conheça a vida e obra do obstetra que deixou 8 mil compadres em Itamaraju


Morreu em Belo Horizonte na tarde desta terça-feira (20/11), o médico ginecologista, obstetra e clínico geral Ronaldo Adelino. Ele se encontrava na capital mineira passando por um tratamento cancerígeno. O médico Ronaldo Adelino lutava contra um câncer no pâncreas por um período de aproximadamente 30 dias e estava internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Lúcia, em Belo Horizonte. Ele havia diagnosticado a doença ao fazer uns exames de rotina numa unidade de saúde em Teixeira de Freitas e logo depois correu para se tratar, mas conforme os especialistas, câncer de pâncreas é uma das espécies cancerígenas que mata o paciente com mais rapidez.

Ronaldo Adelino


O médico Ronaldo Adelino da Silva, nasceu no dia 26 de fevereiro de 1948, em Vitória, capital do Espírito Santo. Formou-se em medicina pela Universidade Federal do Espírito Santo no ano de 1973 e no ano de 1976, chegou à cidade de Itamaraju para clinicar. Dois anos depois, em 1978, construiu e fundou o Hospital São Vicente, na Avenida Brasil, região central de Itamaraju, o qual administrou a unidade até o ano 2005.

Era pós-graduado em Medicina do Trabalho pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais; pós-graduado em Docência do Ensino Superior pela Faculdade Integrada de Patos, na Paraíba; pós-graduado em Perícia Médica Previdenciária pelo Centro de Educação em Saúde de Belo Horizonte; possuía ainda, outras 9 especializações na área médica.

Ronaldo Adelino era perito previdenciário de carreira do INSS desde 1990. Já tendo ocupado vários cargos de chefia na área médica, como chefe da Atenção Clínica do Hospital Geral de Itamaraju; chefe do Programa de Atualização em Ginecologia e Obstetrícia do município; diretor clínico do HGI. Como especialista em clínica geral, ginecologia, obstetrícia, pré-natal, preventivo ginecológico e medicina do trabalho, atuou no plantão dos Hospitais Santa Rita e Regional, além do Programa Saúde da Família e até antes de descobrir o seu diagnóstico, ele clinicava na sua unidade médica particular, a “Clínica São Vicente”.

No início do ano de 2014, ao receber a notícia que um Projeto de Lei havia sido aprovado na Câmara Municipal lhe concedendo um título de cidadão honorário pela autoria do então vereador Janilton de Souza Dias, o “Jânio de Dal”, o médico Ronaldo Adelino informou que já havia feito mais de quatro mil partos naqueles seus 38 anos de obstetrícia em Itamaraju, o que representava 4 mil casais de compadres ou 8 mil compadres.

Era bastante participativo nos movimentos sociais de Itamaraju e era sócio remido do ARVO – Clube Recreativo Vale do Ouro de Itamaraju, desde 1978. O médico Ronaldo Adelino também gostava da política, tanto que exerceu o mandato de vereador no período 1989/1992. Os seus projetos mais importantes durante os 4 anos em que ocupou uma cadeira no Poder Legislativo Municipal, estão: as obras de pavimentação das ruas e avenidas do bairro Cristo Redentor, a construção da Escola Municipal do bairro Canaã, a construção do matadouro Municipal do bairro da Liberdade e a construção da ponte que liga o bairro Baixa Fria com o bairro Várzea Alegre (executadas com recursos do Governo do Estado).

No ano de 1992, Ronaldo Adelino foi candidato a vice-prefeito na chapa com o advogado Almir Nobre de Almeida que buscava o seu terceiro mandato como prefeito, mas não foram vitoriosos. Em 1994, Ronaldo Adelino foi candidato a deputado estadual e também perdeu a disputa. Em 1996, foi novamente candidato a vice-prefeito na chapa com o frei capuchinho Dilson Batista Santiago, desta vez foram vitoriosos para o mandato 1997/2000, ocasião que Ronaldo Adelino chegou a administrar o município de Itamaraju, ao assumi à Prefeitura Municipal por 22 dias, em razão de uma viagem do titular ao país da Itália.

Ronaldo Adelino da Silva morreu aos 70 anos de idade, era evangélico e congregava na Igreja Maranata. Ele deixou três filhos: Raphaela Borges da Silva, Thyago Borges da Silva e Franscielle da Cruz Silva. O corpo do médico Ronaldo Adelino está sendo transladado para Itamaraju, onde será velado nesta quarta-feira (21) na Igreja Maranata Central, na cidade alta, para depois ser sepultado. 

Photo Jornalismo/Por Athylla Borborema

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.