Header Ads

"Flávio"morre em confronto com a CAEMA, 73 kg de drogas são apreendidas em Teixeira


Teixeira de Freitas: Policiais da CIPE/CAEMA receberam uma denúncia na tarde desta terça-feira (04), dando conta de que em uma residência localizada na Rua Madre de Deus, no Bairro Tancredo Neves, um suspeito de prenome “Flávio” estaria realizando a comercialização de drogas, e que o mesmo teria recebido uma carga de drogas recentemente. Duas guarnições foram deslocada para averiguar as informações, momento em que o suspeito percebeu a chegada dos PMs, e começou a disparar com uma arma de fogo contra os policiais.

Os militares revidaram à injusta agressão, disparando em direção ao criminoso. Quando parou os tiros, os militares encontraram o suspeito atingido, sendo ele socorrido de imediato para o Hospital Municipal - HMTF, onde deu entrada sem vida. Mediante o teor da denúncia, uma guarnição ficou no local para tentar localizar a droga, sendo utilizado o cão policial K9 (Zorro), que ao fazer as buscas no interior no imóvel, conseguiu farejar a droga que estava enterrada no quintal, dentro de um tonel, de onde foram retirados 65 tabletes de maconha, pesando aproximadamente 72,800 kg (setenta e dois quilos e oitocentos gramas).

Além da droga, foram apreendidos um revólver de marca TAURUS, de calibre 32, com três cápsulas deflagradas, e duas intactas; 03 aparelhos celulares, 01 relógio, e uma balança de precisão. Todo o material foi apresentado na Delegacia de Polícia, para a delegada plantonista, Andressa Carvalho, que lavrou a ocorrência de apreensão da referida droga, e registrou o "homicídio decorrente de oposição à ação policial". O criminoso que morreu na ação policial foi identificado como sendo, Flávio Lima de Oliveira, 20 anos de idade.

A delegada autorizou a remoção do corpo de Flávio para o IML, onde passará por necropsia, e aguardará familiares para liberação. Populares que estavam próximo a residência onde o fato aconteceu, após apreensão da droga, aplaudiram os policiais pela ação. Há informações de que o local funcionava como depósito de drogas do Grupo de Beto Carroceiro. O caso será investigado pelo Núcleo de Homicídio e Tráfico da 8ª COORPIN.

Photo Jornalismo/Por: Cloves Neto

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.