Header Ads

Motoristas reclamam da falta de sinalização nas obras de duplicação da BA 290 em Teixeira de Freitas


Teixeira de Freitas: Após receber várias denúncias de transeuntes e motoristas que trafegam a BA-290, trecho que não existe nenhum tipo de sinalização nas obras de duplicação da BA 290, o jornalismo do Liberdade News foi até o local da duplicação, na manhã desta sexta-feira, 11 de janeiro, conversar com os motoristas. O mototaxista Clemildo Lacerda Amaral, 42 anos, 13 anos na profissão de mototaxista, disse que realmente essa área está muito perigosa porque não tem nenhum tipo de sinalização.

"Não tem nenhum sinal que venha a deixar uma marca visível para quem trafega. É muito perigoso, tem uma parte que está muito elevada, em boa extensão daquele trecho. Para quem não conhece o local, pode causar um grave acidente, por conta da falta de sinalização. A noite se torna pior, por conta da não visibilidade, sem contar com a pouca iluminação existente de um lado da via, justamente o local em que o asfalto está mais elevado e sem a sinalização", explicou o mototaxista.

Segundo o pedreiro Josimar Caetano, 34 anos, está difícil de trafegar no local, principalmente à noite, por conta dos buracos na pista, e por não ter sinalização nesse lado direito que dá acesso ao centro da cidade. Quando chove, o risco aumenta de cair nesse lado direito, que não está sinalizado. A empresa deveria ver isso, porque pode se tornar em uma tragédia, está muito difícil trafegar aqui nesse trecho, disse o pedreiro Josimar.

O profissional da área da construção civil, Zeilton Reis Cardoso, 37 anos, disse que quando sai de casa para trabalhar e entra nesse trecho a atenção é redobrada, pois existe o risco de um acidente a qualquer momento devido a não sinalização. "A qualquer momento pode ter uma capotagem, a área do lado direito é muito alta, por isso tenho muito cuidado quando passo por aqui. Além disso, animais na pista e a escuridão podem prejudicar o uso da via".

Um morador do bairro, que já fez várias reclamações da não existência da sinalização, pediu para preservar a sua identidade. "O risco é muito grande, a gente ver a falta de sinalização, não tem nada que sinaliza, a altura da pista do asfalto, para a pista debaixo é muito diferente, então, o risco de acidente é muito grande, fora outras sinalizações que não tem. A dificuldade do motorista dirigir aqui a noite é muito grande. Deus tem poupado as nossas vida para que não aconteça uma grande tragédia nesse trecho. É preciso sinalizar, dar uma melhorada, para nós, moradores do Estância Biquíni possamos ficar tranquilos".

O jornalismo do Liberdade News esteve na construtora Pavicol, responsável direta pelas obras da duplicação, até mesmo para saber por que, além da falta de sinalização as obras estão paradas desde dezembro. Uma pessoa do setor administrativo disse que todos os funcionários da empresa ainda estão de recesso. E a engenheira de Segurança do Trabalho, que seria a responsável direta para resolver essas demanda, também está de recesso. O funcionário nos disse que irá tomar as devidas providencias URGENTE. "Iremos entrar em contato com a direção da empresa, para que o problema seja amenizado", disse o funcionário.

No final da manhã desta mesma sexta-feira, após nossa equipe de reportagem ter procurado a empresa, a responsável pelas obras já encaminhou funcionários para começar a sinalizar. A falta de iluminação do lado direito é um fator de risco, portanto, deve haver essa preocupação também, e a sinalização tem que ser bem clara para evitar acidentes.

Photo Jornalismo/Por: Lenio Cidreira

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.