Header Ads

“Filipinho” suspeito de tentativa de homicídio no Centro de Teixeira é preso pelo PETO


Teixeira de Freitas: Na tarde desta deste domingo, por volta das 14h30, a Polícia Civil foi informada de uma tentativa de homicídio, cuja vítima foi socorrida ao Hospital Municipal (HMTF). Os investigadores da Polícia Civil foram até Hospital para averiguar a ocorrência e encontraram a vítima, que trata-se de um adolescente de 17 anos de idade, que estava com ferimentos na perna direita, provenientes de disparo de arma de fogo.

Segundo informações, a vítima estava na esquina, próximo à Rua Duarte da Costa, na região da “Lagoa”, no Centro de Teixeira, momento em que dois homens que estavam a bordo de uma motocicleta Honda FAN, de cor preta, placa policial JRH 5056, encostaram e o carona sacou uma arma de fogo e efetuou vários disparos na direção do adolescente, que foi alvejado por aproximadamente três tiros na perna direita, sendo socorrido ao hospital por populares.


A vítima se encontra sob cuidados médicos, sendo que seu quadro de saúde é considerado estável. A vítima deu informações sobre as características dos criminosos e, em seguida, uma guarnição do PETO da 87ª CIPM saiu em diligência, e conseguiu prender o suspeito, identificado como sendo, Filipe de Freitas Lima, vulgo “Filipinho”. Com o suspeito, foi apreendido um revólver calibre 38, e ele confessou o crime para guarnição.

Segundo o Filipe, a motivação teria sido porque um dia antes o adolescente, juntamente com outro homem, estavam rodando o Bairro Redenção, próximo ao seu trabalho, à sua procura. E que os dois queriam matá-lo. O suspeito foi conduzido para a Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas, onde foi apresentado à delegada plantonista, Andressa Carvalho. A motocicleta e a arma também foram apresentadas para a delegada para as devidas providências.

Em entrevista à nossa reportagem, o Filipinho disse que tentou contra a vida do menor porque ele queria mata-lo. Questionado sobre o motivo do adolescente querer tirar sua vida, o Filipinho não soube explicar, dizendo apenas que pode ter sido porque alguns anos atrás ele mexia com coisa errada, mas, que não mexe mais. Sobre o piloto da motocicleta, o Filipe disse que não o conhece, que pediu para o rapaz pilotar para ele porque ele estava passando mal.

“Eu parei a moto, fingi que estava passando mal e pedi o rapaz para me levar em casa. Ele não sabia de nada, e eu nem o conhecia. Pedi a ele para virar em uma rua, onde estava o menor, pedi para parar e atirei. O rapaz ficou assustado porque não sabia de nada. E a moto eu peguei emprestado com uma pessoa, que também não tem nada a ver na história”, explicou à nossa reportagem o suspeito Filipe, que foi autuado por homicídio tentado (Art. 121 do CPB).

Photo Jornalismo/Por: Edvaldo Alves

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.