Header Ads

DEAM de Teixeira de Freitas realiza homenagem ao Dia Internacional das Mulheres

Teixeira de Freitas: O evento aconteceu na manhã desta terça-feira, 12 de março, na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) em Teixeira de Freitas. Dentre os presentes, membros do Judiciário; do Ministério Público; representante de empresas; servidores públicos e comunidade. O Jornalismo do Liberdade News conversou com a delegada titular, Viviane Scorfield Amaral, e ela disse se sentir realizada porque todos os dias é preciso combater a violência contra a mulher.

"Eventos como esse é uma forma de a gente chamar a atenção da sociedade. Há vários órgãos públicos engajados na sociedade, várias pessoas, e convidamos a sociedade a combater esse câncer, porque a parte repressiva de leis e dos órgãos públicos existe, mas, também temos que trabalhar a parte preventiva, que é educar os nossos filhos. Tais valores estão sendo reproduzido dentro da família, um evento com esse também é a maneira de reforçar o combate à violência contra a mulher, dizer que nós estamos presentes, que nós fazemos a diferença, e que precisamos de todo engajamento social. Uma maneira também de confraternizar com todos aqueles parceiros e instituições, que diariamente combatem a violência contra a mulher e contra a criança na cidade de Teixeira de Freitas", disse a delegada Viviane.

A delegada coordenadora da 8ª COORPIN, Valéria Chaves, disse que está muito feliz por este momento. "Mais um ano em que a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Teixeira de Freitas organiza esse café da manhã para homenagear as mulheres. Uma comemoração para mostrar à mulher que ela é uma pessoa especial, que ela é uma pessoa que tem todos os direitos e deveres garantidos. As mulheres estão tendo a coragem de vir a uma Delegacia e registrar uma ocorrência, e na maioria das vezes não retiram, pois antes havia um grande número de ocorrências, porque as mulheres desistiam com medo de represálias".

Ainda segundo a coordenadora Valéria Chaves, muitas mulheres tinham medo, e agora não tem mais, estão vindo à delegacia, a situação é apurada e os agressores estão respondendo judicialmente. Já a capitã PM Kelly Ravani, do 13º BEIC de Teixeira de Freitas, disse que uma confraternização como essa sempre é bom, e o melhor é que força as pessoas a lembrar dos direitos das mulheres, e que as mulheres devem continuar militando nesta causa, porque a luta não acabou.

"Na Polícia Militar tem também problemas, mas, em vários setores da sociedade sabemos que existem essa diferença. Além disso, a mulher está conseguindo galgar o seu espaço.
 Estamos aqui e buscamos construir um mundo melhor. Seria importante que os homens entendessem isso, que mulher não é para competir, é para estar ao lado, é para ter o homem ao lado", finalizou a capitã Kelly.

Photo Jornalismo/Por: Lenio Cidreira

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.