Header Ads

Polícia Civil de Teixeira prende "Ariel" acusado de matar o enfermeiro Geovane Passos

Policiais do Núcleo de Homicídio e Tráfico (NHT), da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, prenderam na noite desta quinta-feira (28), Ariel Araujo Amaral, principal suspeito da morte do técnico de enfermagem que trabalhava no Hospital Municipal, Geovane Passos Trindade, de 25 anos, em setembro do ano passado.

No dia 30 de setembro do ano passado, Geovane saiu de por volta das 09h00 da manhã conduzindo sua motocicleta Honda/Bros, preta, placa policial PKD 3035, depois de uma noite de trabalho, falou para os familiares que iria se encontrar com uma pessoa e não retornou.
Familiares e amigos fizeram campanhas e buscas nas redes sociais sem sucesso. Seu corpo foi encontrado na manhã de 01 de outubro, em uma estrada de terra em meio a uma plantação de eucalipto na saída para Jardim Novo.

No local do crime em um percurso de uns 300 metros, a perícia recolheu uma camisa manchada de sangue, o capacete, um chinelo e uma faca quebrada, evidencias que demostraram que Geovane foi agredido e, mesmo ferido, correu tentando salvar sua vida. No corpo a polícia encontrou no pescoço uma lesão feita com arma branca (faca), marcas de tiros e pauladas.

A partir daí a polícia civil começou as investigações e 10 dias depois do crime divulgou o retrato de Ariel Araújo Amaral, dono de uma extensa ficha criminal como principal suspeito da morte de Geovane. A motocicleta da vítima foi localizada no mesmo dia (01/10) em um terreno baldio do Bairro Tancredo Neves.
Na época do crime já pesava contra Ariel, pelo menos 6 (seis) passagens pela delegacia de Teixeira de Freitas, sendo a maioria por crimes patrimoniais como roubo e furto e uma tentativa de homicídio ocorrido em 2013, onde ele desferiu 09 facadas na vítima que sobreviveu. Depois de identificar o criminoso, a Polícia Civil expediu um pedido de Prisão Temporária, cumprido nesta quinta-feira, 28 de fevereiro, por Policiais Civis, no bairro Liberdade II ( Timotão), em Teixeira de Freitas.

PHOTOJORNALISMO/Com informações de Neuza Brizola

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.