Header Ads

Preso em Arraial d'Ajuda homem que atropelou a ex-namorada

Violência contra a mulher leva outras duas pessoas para cadeia


Jucimário Rodrigues, José de Jesus e Fernando Ramos são acusados de violência contra a mulher / 
Fotos: Divulgação 

A repressão contra crimes de violência doméstica levou outras três pessoas para a prisão, ao longo desta semana, no município de Porto Seguro.

Segundo a Delegacia da Mulher, Jucimário Santos Rodrigues, de 24 anos, foi preso na segunda-feira (1º), por determinação da justiça. Ele é acusado de tentar matar a ex-namorada, no último dia 24, em uma lanchonete no distrito de Arraial d'Ajuda. Após agredir a mulher fisicamente, Jucimário ainda passou por cima dela com uma moto. A vítima teve várias lesões e fraturas.


Por descumprimento de medida protetiva de urgência, em inquérito que apura agressões físicas contra a sua mulher, a justiça também decretou a prisão preventiva de José de Jesus Santos, 55 anos. A prisão também ocorreu no dia 1º.

Pelo mesmo motivo - descumprimento de medida protetiva - Fernando Ramos Souza, 40 anos, foi detido na terça-feira (02), após ter prisão preventiva decretada pela justiça.

As ações foram uma continuidade da Operação Aqualtune, deflagrada pela Polícia Civil, semana passada, em toda a Bahia. Três pessoas foram presas nas regiões de Eunápolis e Porto Seguro e outras conseguiram fugir.

O QUE É MEDIDA PROTETIVA
- A medida protetiva de urgência é uma ferramenta prevista em lei para proteger mulheres vítimas de violência doméstica e familiar em todo o país, usando como base a Lei Maria da Penha.

Com a medida, é possível exigir que o agressor mantenha uma distância mínima da mulher e dos filhos e outros meios para se proteger.

A proteção pode ser solicitada em qualquer delegacia. Para isso, é preciso registrar um boletim de ocorrência e pedir a medida protetiva para a autoridade policial. Nesta etapa, o policial pode requisitar exame de corpo de delito e outros exames periciais para a investigação.

Photo Jornalismo/Com informações do Radar64


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.