Header Ads

Calcinha Preta é vaiada em Itamaraju e em Dom Basílio por conta de atraso de 03 horas nos shows

Itamaraju: Cresce o número de reclamações dos shows da Banda Calcinha Preta. O Liberdade News acompanhou de perto o episódio do show da Banda Calcinha Preta na cidade de Itamaraju, no último dia 20 de junho (quinta-feira). Na ocasião, o atraso no show, marcado para meia noite, irritou os foliões que aguardavam ansiosos a principal atração da noite. A Banda começou a tocar somente por volta das 03h00.

O show iniciou debaixo de vaias da população que estava inquieta aguardando por três horas que a banda subisse ao palco. Nossa equipe de reportagem procurou descobrir o motivo do atraso, mas, não conseguiu falar com ninguém da banda. Na agenda da banda, havia um show na cidade de Ibicuí, no mesmo dia. Ibicuí fica localizado a exatos 401 quilômetros, e segundo o Google Maps, são 05h56 o trajeto de carro.

Ou seja, a banda veio de ônibus e deixou o público esperando esse tempo todo, irritando os organizadores da festa, que não souberam o que fazer e o público ansioso. Mesmo com o atraso, o público esteve presente, a praça estava lotada, mas, os populares não resistiram em explicitar a insatisfação através das vaias. Muitos se questionaram revoltados como uma banda marca dois shows no mesmo dia em cidades tão distante.

“Falta de responsabilidade, de respeito. Como uma banda fecha um contrato com Itamaraju, sendo que no mesmo dia cantaria em Ibicui? O show que era para começar meia noite, foi começar 03h00 da manhã. Tinha famílias inteiras querendo assistir, mas, como?, questionou uma moradora da cidade que foi curtir o show. Já na madrugada deste domingo (23), a banda protagonizou mais um atraso de 03 horas em seu show.

Segundo o site Bahia Notícias, a Banda Calcinha Preta começou às 05h00 da manhã, um show marcado para as 02h00 na cidade de Dom Basílio/BA. Ainda segundo o site, há informações de que o atraso foi por conta de um show da banda, na mesma noite de domingo, ocorrido em Calculé, situada a 154 quilômetros de Dom Basílio. Por conta do atraso de 03 horas, a banda também foi recebida através de vaias do público que a esperava.

Não bastasse os registros de atrasos da banda, nossa equipe de reportagem presenciou diversas reclamações do público e da imprensa local em relação a falta de respeito e carinho para com o público. “A banda não atende a ninguém, não tira foto com ninguém, se acham, são arrogantes. Uma banda em decadência, que está tendo a oportunidade de voltar ao cenário, mas, com esses atrasos e falta de atenção ao seu público, vão afundar novamente”, disse Adriana Silva, moradora de Eunápolis e que assistia ao show em Itamaraju.


PHOTO JORNALISMO / Por: Edvaldo Alves

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.