Header Ads

Adolescente que vinha aterrorizando Teixeira com assaltos morre em confronto com PM em Teixeira


Teixeira de Freitas: Policiais militares da 87ª CIPM, receberam na tarde desta quinta-feira, 18 de julho, informações de que um dos suspeitos de estar realizando assaltos em estabelecimentos comerciais, em Teixeira de Freitas, estaria em uma residência no Bairro Jardim Caraípe. Ao chegarem para averiguar as informações, os militares foram recebidos pelos pais do suspeito, os quais disseram que o adolescente não estava, e que há dias ele não comparecia em casa. Os PMs perceberam que nos fundos da residência havia um cômodo separado, e pediram para fazer uma busca.

Após autorização, os militares chegaram no cômodo, momento em que um irmão mais velho do suspeito saiu de dentro do imóvel. Os policiais, então, empurraram a porta para averiguação. Neste momento, foram recebidos a tiros e revidaram à injusta agressão, atingindo o suspeito, o qual foi socorrido para o HMTF, e logo após ter dado entrada, não resistiu aos ferimentos, e veio a óbito. Os policiais confirmaram posteriormente que se tratava do suspeito, sendo um adolescente de 17 anos, o qual estaria cometendo os assaltos na cidade, na companhia de um maior.

O auto de resistência foi registrado na Delegacia de Polícia, junto ao delegado plantonista, Charlton Bortolini. Os militares apresentaram a arma utilizada pelo adolescente, sendo um revólver de calibre .38, carregado com 06 cartuchos, sendo 02 deflagrados e 04 intactos. Após as oitivas dos policiais, o delegado solicitou a remoção do corpo ao IML, onde passará por necropsia, sendo liberado posteriormente aos familiares. O procedimento será encaminhado para o delegado do NHT, Manoel Andreetta, que dará prosseguimento às investigações.

Segundo a Polícia, o maior, comparsa do adolescente nos assaltos, também já havia sido identificado e foi surpreendido pela PM, na rodoviária de Teixeira, na noite desta quarta-feira (17), esperando o ônibus para Vitória/ES, para onde ele estava fugindo. O maior foi conduzido para a Delegacia, e foi apresentado para o delegado, Júlio Telles. O maior assumiu sua participação nos assaltos e alegou que teria sido coagido pelo adolescente para esta prática. Por não estar em estado de flagrante, ele foi liberado após a oitiva, devendo se apresentar no Ministério Público para as medidas cabíveis.

PHOTO JORNALISMO / Por: Cloves Neto

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.