Header Ads

Caminhão tomba por cima de Hilux após colisão frontal; Três gravemente feridos

Outra vítima teve ferimentos leves; Pista ficou interditada por cinco horas


Caminhonete ficou completamente destruída após o acidente com caminhão boiadeiro / 
Foto: RADAR 64 

ITAPEBI - Um acidente envolvendo uma caminhonete Hilux e um caminhão que transportava bois na BR-101, perto de Itapebi, deixou três pessoas gravemente feridas e outra com lesões leves por volta das 22h30 de quarta-feira (24). Um trecho do km 668 ficou completamente interditado durante cinco horas devido ao acidente.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a caminhonete invadiu a contramão e colidiu frontalmente com o caminhão boiadeiro. Devido ao choque, o caminhão tombou por cima da Hilux.

Conforme a informação, o motorista da caminhonete Roseilson de Pontes Mendes, 30 anos, que teve ferimentos leves, e os passageiros Francisco César Mendes de Souza, 46 anos, e Vanício Pereira, 39 anos, com ferimentos graves, ficaram presos às ferragens.

Já Rayana Mendes, 18 anos, que é filha de Francisco, foi arremessada para fora do veículo, que seguia da Paraíba com destino ao Rio de Janeiro, onde todos são moradores.

Socorristas do SAMU retiraram vítimas das ferragens da caminhonete / 
Foto: RADAR 64 

Por estar com o estado de saúde considerado gravíssimo, Rayana foi encaminhada para o Hospital Luís Eduardo Magalhães, em Porto Seguro. Os outros feridos, que foram retirados das ferragens por uma equipe do SAMU, foram levados para o Hospital Regional de Eunápolis.

“Acionamos o Corpo de Bombeiros, mas devido o trajeto de Porto Seguro até Itapebi ser longo, os socorristas do SAMU tiveram que retirar as vítimas das ferragens. Situações como essa mostram a necessidade de uma equipe de bombeiros ser implantada em Eunápolis, para dar mais viabilidade no salvamento de pessoas em casos de acidente ou de outras necessidades”, alertou um policial rodoviário que atendeu a ocorrência.

Caminhão boiadeiro tombou por cima de Hilux; Quatro bois morreram / 
Foto: RADAR 64 

De acordo com a PRF, o motorista do caminhão Alessandro Oliveira Araújo, 44 anos, não ficou ferido. Ele saiu de Medeiros Neto, onde mora, com destino ao município de Camamu. Quatro, dos 24 bois que eram transportados, morreram. A pista só foi liberada após o recolhimento de todos os animais. 

PHOTO JORNALISMO / Com informações do Radar64

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.