Header Ads

Teixeira de Freitas terá sua primeira Escola Municipal Militar a partir de setembro

A implantação da primeira escola com formação cívico-militar na Rede Municipal de Teixeira de Freitas, será realizada no próximo mês e a unidade escolhida foi a Escola Clélia das Graças Figueiredo Pinto localizada no bairro Santa Rita. O objetivo do prefeito Temóteo Brito é que cinco escolas recebam o método nesta primeira fase.

A cerimônia de apresentação a comunidade aconteceu na noite desta quinta-feira (8). A implantação será realizada através da assinatura de um Termo de Cooperação Técnica, firmado em parceria entre a Prefeitura Municipal de Teixeira de Freitas / Secretarias de Educação e Cultura, Segurança Pública e Cidadania e Polícia Militar da Bahia, que, através do projeto Vetor Disciplinar, propõem contemplar a Escola Clélia com a disciplina dos Colégios da Polícia Militar do Estado da Bahia.
“Pretendemos fazer uma transformação profunda em nossa Rede Municipal. E essa é apena uma das cinco que iremos implantar. Nosso intuito é realizar os sonhos dos pais que há muito desejam receber mais uma unidade escolar Militar na cidade. A escola Clélia será a nossa primeira da rede municipal, mas esse mesmo regime está presente em 62 Municípios do nosso Estado”, comentou o Prefeito Temóteo Brito.

A escola que conta hoje com 1.132 alunos, passará por mudanças estruturais, a fim de adequação ao novo modelo proposto e a contratação de seis policiais militares da reserva remunerada (aposentados) para atuarem na escola realizando o acompanhamento disciplinar dos alunos. O projeto perpassa ainda em submeter os alunos à um regime disciplinar diferenciado, cercado de civismo, cidadania e respeito aos valores morais.
A reunião contou com a presença de pais, professores, coordenadores e autoridades locais, dentre elas o Delegado Manoel Andretta e o Vereador Sargento Berg, autor da indicação parlamentar que transformará a escola em regime militar.

Na oportunidade, o Secretário de Educação e Cultura, Hermon Freitas, comentou a respeito da implantação do Projeto. “A educação municipal só tem a ganhar com o advento dessa nova ferramenta educacional implantada. Esperamos seis meses para fazer a implantação do projeto que chega agora maduro, tendo em vista as experiencias semelhantes na região. Uma iniciativa do Prefeito Temóteo Brito que acredita na resolução dos problemas disciplinares com a chegada da novidade na escola".
O secretário de Segurança e Cidadania, Capitão Victor Costa, explanou sobre os detalhes para a implantação do projeto no Colégio e trouxe reflexões sobre o papel educacional de cada pasta. “Estamos fazendo esta capacitação com toda equipe técnica da escola, que ao longo dessa quinta-feira, também tiveram apresentados o projeto. Iremos ainda capacitar os policiais da reserva que irão atuar na unidade. Para nós é motivo de alegria essa nova ferramenta educacional".

Para Emilio Cezar Sangali, representantes de Pais no Conselho Escolar, a chegada do regime militar na escola representa uma grande conquista. “Essa é uma grande conquista, que há muito era aguarda pela comunidade e a escola necessitava desse olhar disciplinar. Tenho entrado em contato com os pais e eles têm recebido bem a proposta e estão expectantes”.

PHOTO JORNALISMO / ASCOM/PMTF

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.