Header Ads

"Fabio" é brutalmente assassinado a pauladas no interior de Alcobaça: Um dos acusados foi preso


Alcobaça: Um homem foi morto a pauladas após discussão no interior do município de Alcobaça, nesta última segunda-feira, 23 de setembro. Informações dão conta, de que havia um grupo de pessoas bebendo em um bar na localidade conhecida como Projeto 40/45, quando houve uma discussão entre o proprietário do estabelecimento, com uma das pessoas, por conta dele impor que não aceitaria a circulação ou uso de drogas no interior do seu bar, momento que uma terceira pessoa, sendo essa vítima, que foi identificada como, Fábio da Costa Correa, de 31 anos, entrou na discussão, defendendo o dono do Bar.

Segundo informações, horas depois da discussão, a vítima saiu para ir embora, na companhia dos acusados, que foram identificados como, Iris de Jesus Araújo, vulgo "Bracinho", de 35 anos, e seu sobrinho, Mateus Araújo Lima, de 26 anos, além de uma mulher, sendo essa irmã do Mateus, que foi na garupa da motocicleta da vítima "Fábio". No caminho para casa, a vítima parou para fazer suas necessidades fisiológicas, momento em que foi atacado de surpresa e pelas costas com pauladas na cabeça, pelo Mateus e pelo Iris (Tio e Sobrinho).

Segundo a irmã do Mateus, ela tentou impedi-los, mas, não conseguiu. Fábio foi atingido por várias pauladas na cabeça, que parcialmente ficou dilacerada. Em seguida, os autores correram tomando sentidos opostos. A irmã do Mateus avisou para outras pessoas e familiares do Fábio sobre o ocorrido, e eles foram para o local, onde já encontraram o Fábio sem vida. A Policia Militar foi acionada através do CICOM/190, e designou uma guarnição da 88ª CIPM de Alcobaça para o local.

Chegando na comunidade, os militares obtiveram informações dos autores, e saíram em diligência para tentar encontrá-los e prendê-los, tendo êxito na prisão de um deles. O homicida confesso, Mateus Araújo, que estava no interior de um ônibus, já se deslocando para Teixeira de Freitas, foi preso e conduzido para a Delegacia de Alcobaça, e apresentado para o delegado titular, Maderson Souza, que após oitiva, flagranteou o Mateus por homicídio, e qualificou o segundo acusado de ter participado do crime "Iris de Jesus", como cúmplice e também executor. O delegado pedirá a prisão do Iris ainda essa semana para a Justiça.

O corpo da vítima foi removido para o IML, onde passou por necropsia, sendo liberado posteriormente aos familiares. Toda comunidade do Projeto 40/45 está inconformada com este homicídio traiçoeiro e brutal. O delegado Maderson pede que se alguém tiver alguma informação do paradeiro do Iris (Bracinho), que possa ligar para a polícia no 197 ou 190, e informar de forma anônima onde ele possa estar.

PHOTO JORNALISMO / Por: Cloves Neto/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.