Header Ads

NHT da 8ª COORPIN conclui inquérito sobre homicídio ocorrido na “Biquinha” em maio de 2019

Teixeira de Freitas: O NHT da 8ª COORPIN, através dos delegados Manoel Andreetta e Bruno Ferrari, e dos investigadores, Alexandre Augusto, Alex Honorato e Sérgio Adriano, chegaram a elucidação de mais um homicídio consumado em Teixeira. A vítima, Filipe Santos Nascimento, 18 anos, foi assassinado a tiros, no dia 31 de maio deste ano, enquanto pegava água na “Biquinha”, localizada na Rua Beira Rio, no Bairro Colina Verde. Segundo as investigações, dois indivíduos utilizando uma motocicleta não identificada, se aproximaram da vítima, e atiraram várias vezes na direção do jovem, que foi atingido no ombro, braço direito, peito e costas, falecendo no local, sem chance de defesa.

O caso foi para a Equipe do NHT, que com o desenvolvimento das investigações, apuraram que a vítima estava envolvida com o tráfico de drogas nos Bairros Teixeirinha e Colina Verde, trabalhando como “menino de pista” para o grupo de traficantes denominado Grupo do Gueto, tendo como chefes imediatos os irmãos Everton de Jesus dos Anjos, o “Negão de Zena” e João Victor de Jesus dos Anjos. A polícia descobriu que houve uma briga, ou seja, um “racha” entre os gerentes do Grupo do Gueto, os irmãos Everton e João Victor, contra os também irmãos Jefes Almeida Batista, o “Jefinho”, 24 anos e Emerson Almeida Batista, o “Biel”, 21 anos, devido a disputa pelos pontos de venda e distribuição de drogas na região conhecida como “Biquinha”.

“Levantamos informações de que o Jefes e o Biel estavam arrombando as casas do bairro Teixeirinha a procura de João Victor para matar e que, inclusive, Biel e João Victor chegaram a trocar tiros em uma das ruas do bairro, oportunidade em que ambos saíram ilesos da ação criminosa. Por conta disso, os irmãos Jefes e Biel passaram a perseguir os “meninos de pista” de seus desafetos, acabando por matar a vítima Filipe, no momento em que ele enchia garrafões de água na “biquinha”. Essa ação culminou com o início de uma guerra generalizada, que se estendeu por semanas pelas ruas dos Bairros Teixeirinha e Colina verde, causando insegurança entre os cidadãos de bem daquela comunidade”, explicou Andreetta.

Diante da gravidade da situação, foi pleiteada a concessão da prisão preventiva dos envolvidos no crime, visando garantir a garantia da ordem pública e a aplicação da Lei Penal. O procedimento foi devidamente finalizado, saneado e relatado no NHT.

PHOTO JORNALISMO / Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.