Header Ads

NHT da 8ª COORPIN conclui inquérito sobre a morte de “Lecão” e pede prisão dos acusados


Teixeira de Freitas: Mais um inquérito policial de um homicídio consumado foi concluído pelo NHT da 8ª COORPIN, que é liderado pelos delegados Manoel Andreetta e Bruno Ferrari. Trata-se do assassinato de Alex da Rocha Santos, o “Lecão”, 35 anos, assassinado com vários tiros, sendo a maioria nas costas e na cabeça, fato ocorrido no dia 07 de novembro de 2018, quando a vítima se encontrava em frente à sua residência, situada na Rua Santa América, no Bairro Vila Verde, oportunidade em que os executores que estavam de carona em duas motos, efetuaram vários disparos de arma de fogo contra a vítima, que acabou falecendo ainda no local sem qualquer chance de defesa.

O Caso foi encaminhado para a Equipe do NHT, e após o desenvolvimento das investigações, imprimidas em conjunto com os investigadores Sérgio Adriano, Alexandre Augusto, Alex Honorato e Marcos Gomes, apuraram que a vítima Alex (Lecão), havia recentemente saído do CPTF e estava envolvido com o tráfico de drogas, atuando nos Bairros Jardim Caraípe, Jardim Planalto, Vila Verde e Bela Vista, trabalhando como “gerente do tráfico” para o grupo de traficantes denominado Grupo de Lampião e dos Irmãos Mabaços, sendo certo que o crime ocorreu devido a guerra travada entre os grupos de traficantes rivais denominado Grupo do Gueto e Grupo de Lampião.

“De fato, a Equipe do NHT descobriu que os autores do crime foram os integrantes do Grupo do Gueto, identificados por David dos Santos Ferreira, 19 anos e seus comparsas Maxsuel Costa de Jesus, o “Sementinha do Mal”, 19 anos, e seu irmão adolescente; além de Vitor Conceição Benichio, o “Vitão”, 19 anos. No dia do crime, a vítima encontrava-se em via pública, em frente à sua residência, quando foi abordada por duas motocicletas não identificadas, que se aproximaram de surpresa, uma com Vitor como piloto e Maxsuel como garupa; a outra com David como piloto e o adolescente como garupa, os quais efetuaram os disparos de arma de fogo que levaram a vítima à morte”, explicou o delegado.

Ainda segundo o delegado, a vítima ainda chegou a sair correndo, já ferida, em direção a um beco de casas, contudo, acabou sendo perseguida e alcançada pelos executores e, mesmo implorando por sua vida, acabou sendo alvejada e morta através de vários disparos de arma de fogo, não lhe sendo permitida qualquer chance de defesa. “A Polícia Civil, através do NHT, continuará trabalhando sem descanso na elucidação dos crimes de homicídios, até que os malfeitores entendam que matar em Teixeira de Freitas, não é um bom “negócio” e que, se insistirem desafiando as forças policiais, serão identificados, mapeados e responsabilizados perante a Justiça”, acrescentou.

Diante da gravidade da situação e pela comoção social causada pelo crime, foi pleiteada a concessão da custódia cautelar dos autores envolvidos, visando a garantia da ordem pública e a aplicação da Lei Penal. O procedimento foi devidamente finalizado, saneado e relatado no NHT.

PHOTO JORNALISMO / Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.