Header Ads

Delegado Andreetta elucida homicídio tentado ocorrido no Bairro Vila Caraípe em Teixeira


Teixeira de Freitas: A Polícia Civil elucidou mais um homicídio tentado em Teixeira de Freitas. Trata-se da tentativa contra a vida de Rodrigo Assis dos Santos, o “Tindo”, 18 anos, fato praticado na noite do dia 28 de março deste ano, no interior do estabelecimento comercial denominado Lanchonete do Rona ou Rona Lanches, no Bairro Vila Caraípe, atrás da Terminal Rodoviário Novo, sendo certo que a vítima foi atingida por um disparo de arma de fogo, sendo socorrida ao HMTF, onde permaneceu internada, sendo submetida aos procedimentos cirúrgicos, e se recuperou.

O caso foi encaminhado para o delegado Manoel Andreetta, responsável pela pasta de homicídios, o qual, após o desenvolvimento das investigações, imprimidas em conjunto com os investigadores Sérgio Adriano, Alexandre Augusto, Aléx Honorato e Marcos Gomes, apuraram que a vítima estava envolvida com o tráfico de drogas no Bairro Vila Caraípe, trabalhando como um dos “meninos de pista”, integrante do grupo de traficantes denominado Grupo dos Irmãos Mabaços, figurando como seu chefe imediato o finado Aléx Rocha dos Santos, o “Lecão ”.

Lecão foi morto pelo grupo rival, o denominado Grupo do Gueto no dia 07 de novembro de 2018, e era o “gerente do tráfico”, tido como o “braço direito” dos chefes do grupo, o finado Isael Lopes Moreira, o “Bodão”, (morto em Eunápolis em confronto com a PM) e dos irmãos gêmeos Kaique Reis de Jesus e Kaio Reis de Jesus, conhecidos como os “Irmãos Mabaços”. As investigações desenvolvidas pela Equipe da PC demonstraram que o crime ocorreu em um contexto de Guerra, travada entre os grupos de traficantes rivais denominados Grupo do Gueto e o Grupo dos Irmãos Mabaços.

“Os grupos disputavam os pontos de vendas e de distribuição de drogas pelos Bairros Vila Verde e Vila Caraípe, neste Município, configurado em uma série de ‘ataques’ e ‘revides’, caracterizados pela prática de vários crimes de homicídios consumados e tentados naquela região, figurando como autores do crime, os integrante do Grupo do Gueto, identificados por Maxsuel Costa de Jesus, o ‘Sementinha do Mal’ (19 anos) e seu comparsa e Vitor Conceição Benichio, o ‘Vitão’ (21 anos), este, o condutor da motocicleta, aquele, o carona e autor dos disparos que atingiram a vítima de surpresa”, explicou o delegado.

“De fato, consta que os executores se aproximaram com uma motocicleta oportunidade em que Maxsuel sacou um revólver e efetuou quatro disparos contra a vítima, dois deles que acertaram a mesa da Lanchonete após a mesma ser arremessada pela vítima contra o seu executor, durante a prática da ação criminosa, um terceiro que foi perdido e o quarto que acertou a vítima na perna, transfixando-a na altura da coxa direita, oportunidade em que a vítima conseguiu escapar, saindo correndo do local, fugindo e se escondendo no interior de uma residência vizinha”, acrescentou.

“O mapeamento dos citados grupos criminosos dentro dos respectivos bairros, juntamente com as informações prestadas pelas pessoas de bem daquelas comunidades, permitiram à Equipe da Polícia Civil identificar os criminosos e solucionar mais um crime em nossa Cidade, mostrando, mais uma vez, que o binômio confiança e inteligência consiste em uma poderosa arma contra a criminalidade. O Inquérito Policial foi devidamente saneado, concluído, relatado e encaminhado à Justiça”, finalizou Andreetta.

PHOTO JORNALISMO / Por: Edvalado Alves/Liberdadenews

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.